Foi engano

João Marcos

Nos exames laboratoriais dos check-ups de rotina, sempre no Laboratório Correia e Moraes, entre vários exames solicitados, um deles era o de urina. Coletar no frasco esterilizado a urina durante as 24 horas. Guardar o recipiente na geladeira e levar ao laboratório no dia seguinte para o exame.
Eu até ia identificar com uma etiqueta para que não houvesse engano. Mas não o fiz. Pelas coincidências da vida, justamente naquela tarde de calor escaldante, um amigo que passava por aqui veio me fazer uma visita. Estávamos na cozinha lembrando dos fatos e relembrando dos velhos tempos, quando a campainha tocou. Fui até a porta da copa para atender. Neste exato momento o amigo em alto e bom som, educadamente perguntou se podia abrir a geladeira e pegar água pra refrescar e hidratar as palavras. Falei que tinha algum suco e refrigerantes. Ele optou pelo suco de laranja…
Bem, você já deve estar imaginando que ele foi justamente pegar o frasco que continha a urina, né?!
Então… mas não foi, não!!
Como o título da crônica diz, foi engano!!! Só que o engano foi seu!!

Crônicas recomendadas: Pura sedução ; Praxedes da Vila
Curta, compartilhe e siga-me no Facebook
Curta a página da editora Mérula

Previous ArticleNext Article