Léo Gamalho deve dar acesso e passar marcas de Rodrigão e Alex no Coritiba

Vinicius Cordeiro

léo gamalho artilheiro coritiba

Alex, em 2013, e Bill, em 2011, anotaram 27 gols pelo Coritiba. São os maiores goleadores alviverdes na década que passou, mas podem ultrapassados por Léo Gamalho.

Com o terceiro gol da vitória por 3 a 2 sobre o Sampaio Corrêa, o Ibra do Nordeste se isolou ainda mais na artilharia coxa-branca. São seis gols marcados na Série B e 13 na temporada, superando os 12 tentos anotados por Robson na última (e péssima) temporada.

E olha que o time de Gustavo Morínigo não possibilita muitas finalizações ao centroavante. Apesar da vice-liderança, o Coxa é um dos times da Segundona que menos chuta ao gol rival, conforme os dados do Footstats. Contra o Sampaio, foram dois arremates nos 90 minutos (sendo um deles na cobrança de pênalti).

Isso seria algo mais preocupante se a equipe não estivesse invicta há nove jogos, se houvesse uma seca de gols do time ou se Léo Gamalho precisasse de várias chances. Por enquanto, nada disso acontece. Os resultados são ótimos, apesar do desempenho não ser tão bom assim. E nessa altura do campeonato, o importante é ganhar. O mesmo se aplica sobre a eficiência do camisa 9.

Nas poucas chances, ele guarda. Vale lembrar o gol do empate contra o Vasco. São pontos preciosos que o Coxa não ganhava nas últimas temporadas porque não tinha um centroavante goleador. É o caso de Wellington Paulista e Rafael Moura, centroavantes importantes para os clubes que tentam se manter na Série A.

A presença de Léo Gamalho é fundamental para o projeto alviverde. Principalmente porque o banco de reservas não tem tanta qualidade para suprir a ausência dele. Dalberto e William Alves estão ganhando minutos e devem melhorar o ritmo, mas quem promete ainda mais é o titular. De forma disparada, é a contratação do clube nos últimos anos.

Se Rodrigão fez 19 gols em 2019, quantos Léo Gamalho terá até o fim da Série B? Façam suas apostas.

GOLS DE LÉO GAMALHO PELO COXA

  1. União Rondonópolis-MT 0 x 1 Coritiba – Léo Gamalho garantiu a classificação na primeira fase da Copa do Brasil
  2. Coritiba 3 x 2 Operário – O Ibra do Nordeste marcou duas vezes, na segunda fase da Copa do Brasil
  3. Coritiba 5 x 1 Toledo – Paranaense
  4. Coritiba 1 x 1 Azuriz – Paranaense
  5. Coritiba 2 x 3 FC Cascavel – Em cobrança de pênalti.
  6. Coritiba 1 x 1 Cianorte – De pênalti.
  7. Coritiba 1 x 1 Londrina – Série B
  8. Guarani 0 x 2 Coritiba – Série B
  9. Coritiba 2 x 1 Remo – Léo Gamalho marcou as duas vezes.
  10. Coritiba 1 x 1 Vasco – Gol do empate.
  11. Sampaio Corrêa 2 x 3 – De pênalti.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="776133" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]