Neymar decepciona no PSG porque as expectativas são as maiores possíveis

Vinicius Cordeiro

neymar psg

Neymar fracassou nas quatro temporadas que está no PSG. Os objetivos da transferência de 222 milhões de euros eram bem claros: levar o clube ao topo da Europa e ser eleito o melhor jogador do mundo. 

Quando se fala em Neymar, pela qualidade técnica, essas são as expectativas. São esses os gols a serem feitos. O problema é que eles parecem estar bem longe, e talvez nunca se concretizem.

Podem juntar todas as taças de Campeonato Francês, Copa da França… Sem Champions e o troféu individual, fica a sensação amarga.

O PSG tem um elenco muito inferior aos rivais, uma das clarezas que o revés diante do Manchester City mostrou hoje. O sheik do Catar, além de péssimo gerente (deixou Thiago Silva e Cavani saírem de graça), poderia ter ajudado mais o brasileiro.

Foi ridículo ver Neymar tocando a bola para Bakker e ver lateral-esquerdo chegar na linha de fundo. No lance patético, ele tentou cortar o defensor e acabou dando o tiro de meta para os ingleses. Certo que o descontrole já havia tomado os parisienses naquele momento, mas são recortes importantes.

A cada ano que passa, a escolha de Neymar pelo Paris se torna mais insana. É bom lembrar: ele deixou o Barcelona do trio MSN, dando fim ao melhor ataque do século. O brasileiro vivia plena sintonia com Lionel Messi e Luis Suárez, mas quis brilhar sozinho – o que não consegue.

Em alguns momentos, a frustração de Neymar é similar com Robinho, eterna promessa de melhor do mundo. É óbvio que ambos são extremamente vitoriosos no futebol (e no segundo caso, condenado), mas algumas expectativas podem não ser alcançadas.

LESÕES ATRAPALHARAM NEYMAR NO MATA-MATA DE CHAMPIONS

Nesses últimos anos, o principal jogador brasileiro da atualidade ficou de fora de alguns dos principais confrontos. Na primeira temporada, em 17/18, o Paris caiu para o Real Madrid nas oitavas de final, sendo que Neymar ficou de fora do jogo da volta por lesão.

Em 18/19, o Manchester United eliminou os franceses com uma virada histórica. Lesionado novamente, o camisa 10 ficou de fora da derrota e ainda acabou suspenso pela UEFA por ter criticado a arbitragem no Instagram.

No ano passado, teve boas atuações no mata-mata e dividiu a liderança da equipe com Mbappe para ir à final da Champions. Ele deu assistências e foi importante, mas não marcou gol (algo que boa parte do público questiona com razão). No fim das contas, como você sabe, o PSG foi derrotado pela máquina do Bayern de Munique.

Neymar é um craque genial, com o talento típico brasileiro. O problema é que fica de fora de muitas decisões e, quando joga, nem sempre decide.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="762069" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]