Fadinha Rayssa entra para o grupo dos maiores esportistas brasileiros

Rayssa Leal, também conhecida como 'Fadinha' do skate, tornou-se a brasileira mais jovem a conquistar uma medalha em Oli..

Redação - 26 de julho de 2021, 08:00

Wander Roberto/COB
Wander Roberto/COB

Rayssa Leal, também conhecida como 'Fadinha' do skate, tornou-se a brasileira mais jovem a conquistar uma medalha em Olimpíadas e a terceira medalhista mais jovem da história. Aos 13 anos e com desempenho muito além do esperado, a maranhense conquistou a segunda prata do Brasil nos Jogos de Tóquio.

Rayssa tinha duas parceiras na disputa do skate street, nova modalidade olímpica. Apontadas como favoritas, Pâmela Rosa e Letícia Bufoni foram eliminadas antes mesmo da final. A dupla experiente serve como alicerce e conselheiras para a Fadinha, que não se esqueceu das companheiras na vitória.

"Estou muito feliz porque pude representar todas as meninas do Brasil, do skate, que não conseguiram se classificar para a final, realizar meu sonho de estar aqui e ganhar uma medalha. É muito gratificante", disse à Rede Globo.

"No início só minha mãe e meu pai me apoiaram, saíram com a cara e a coragem para eu estar aqui. Skate e qualquer outro esporte é para todo mundo. Se você sonha, pode realizar. Não desista dos seus sonhos. Tudo vai dar certo", completou a skatista mais famosa do Brasil.

Em meio à forte disputa pelo pódio, Rayssa se mostrou estratégica nas manobras e atenta às rivais. Nesse mesmo tempo, curtiu o 'melhor momento da vida'. Dançou, vibrou, brincou e fez até um tipo de 'vapo'. Deu aula de carisma. Isso tudo com 13 anos, mas provando que é gente grande.

https://twitter.com/tvglobo/status/1419482811547983873

Rayssa é um novo fenômeno. Ela será capaz de se firmar entre as principais lendas do esporte brasileiro, alavancando uma modalidade que era marginalizada. O skate ganha uma nova era, aberta com uma glória que já torna a skatista histórica.

Caso tudo se mantenha dentro dos conformes, a Fadinha ainda terá cinco Olimpíadas pela frente até os 36 anos. Tomara que ela desfrute para que o país possa fazer o mesmo.

Com a medalha de prata, Rayssa deixou de ser Fadinha. Como disse Everaldo Marques, ela virou rainha.

https://twitter.com/timebrasil/status/1419519268136398848