Seleção brasileira vence o Japão em jogo com tom de Copa do Mundo

Em amistoso difícil para a seleção canarinha, Richarlison e Neymar foram decisivos para o Brasil continuar com bons números.

Vinicius Cordeiro - 06 de junho de 2022, 09:39

(Lucas Figueiredo/CBF)
(Lucas Figueiredo/CBF)

Foi amistoso, mas pareceu jogo de Copa do Mundo. O Japão criou muitas dificuldades e só foi batido por 1 a 0 pelo Brasil com (mais um) gol de pênalti anotado por Neymar

A seleção brasileira não teve a mesma facilidade que a Coreia do Sul proporcionou na goleada por 5 a 1. Os japoneses se defenderam muito bem e criaram uma resistência clássica de um jogo da fase de grupos do Mundial. O que faltou para a seleção asiática foi força ofensiva, já que o goleiro Alisson quase não trabalhou.

Testes assim exigem maior repertório de Tite. A formação inicial, com Casemiro e Fred dando suporte para o quarteto da frente - Raphinha, Lucas Paquetá, Neymar e Vini Jr, deu muito mais agilidade.

Apesar disso, Vini ainda não repete o nível mostrado no Real Madrid. Além disso, faltou a presença de área que Richarlison proporciona. O Pombo entrou bem, sofreu a penalidade e se garantiu mais como o 9 da seleção.

Nas laterais, Daniel Alves fez mais um jogo seguro defensivamente e sem tanto destaque ofensivo. Já Guilherme Arana foi bem, mas não tão brilhante quanto Alex Sandro contra a Coreia. A disputa pela segunda vaga deve ser entre Arana e Alex Telles.

ZAGUEIRO E LATERAL

Um bom teste de Tite foi colocar Eder Militão como lateral-direito na reta final da partida. Daniel Alves foi sacado para a entrada de Thiago Silva, o que deslocou o polivalente defensor. Militão joga nos dois lados e isso pode ser uma alternativa, ainda mais com tantos zagueiros de qualidade à disposição.

NEYMAR MARCA MAIS UM PELA SELEÇÃO

Mais uma vez decisivo, o camisa 10 cobrou um pênalti com sucesso. Frio, ele esperou a definição do lado por parte do goleiro e bateu no canto oposto.

Neymar chegou a 415 gols na carreira, superando os 414 anotados por Ronaldo Fenômeno.

Além disso, ele diminuiu para três gols a diferença para Pelé na lista de maiores artilheiros da seleção. Segundo a contagem da FIFA, o Rei somou 77 gols em 92 jogos com a amarelinha. Neymar tem 74 gols em 119 jogos.

COPA DO MUNDO

As duas seleções estão garantidas para o Mundial, que começa em 168 dias.

O Brasil encara a Sérvia, Suíça e Camarões no Grupo G.

Já no Grupo E, o Japão terá a Espanha, Alemanha e o vencedor da repescagem entre Costa Rica e Nova Zelândia.

RETROSPECTO

Com mais um confronto, o Brasil segue invicto contra o Japão. São 13 jogos, com 11 vitórias brasileiras e dois empates. 

BOLA DA COPA

O jogo contra o Japão foi a estreia da seleção brasileira com a bola da Copa do Mundo do Catar. 

Em avaliação rápida após a partida, Marquinhos elogiou. "Bem leve, realmente com muita velocidade. A bola é bem rápida e é bom ir se acostumando. É de muita qualidade, creio que não vamos ter dificuldade".