Coluna Social
Compartilhar

RB Ecologia

Zoo Urbano promove financiamento coletivo em prol de exposição no Projeto Tamar, em Ubatuba.Sem patrocinadores, p..

Ruy Barrozo - 10 de outubro de 2016, 01:10

Zoo Urbano promove financiamento coletivo em prol de exposição no Projeto Tamar, em Ubatuba.

ANÚNCIO

Sem patrocinadores, projeto irá direcionar recursos arrecadados para arcar com os custos das esculturas e montagem de estrutura.

Com objetivo de conscientizar a população sobre a importância da preservação marinha, o Zoo Urbano, projeto que reúne artistas de todo o mundo para confeccionar esculturas gigantes com resíduos dispensados nos grandes centros urbanos, firmou uma parceria com o Projeto Tamar para desenvolver uma exposição com esculturas gigantes de tartarugas, focas, cavalos-marinhos, peixes, entre outros animais.

Prevista para ocorrer em janeiro de 2017, na sede do projeto e na Praça da Baleia, em Ubatuba, a apresentação contará com obras compostas por materiais reciclados retirados do mar e tem a mesma proposta da exposição que acontece no Parque Ibirapuera, em São Paulo, ao longo do mês de outubro.

ANÚNCIO

Visando solucionar a falta de investimentos e patrocinadores para o evento, o Zoo Urbano decidiu lançar uma campanha de financiamento coletivo no iFunding.

O intuito da ação é arrecadar R$ 120 mil para auxiliar nas despesas com a criação das esculturas e a montagem de estrutura nos locais de exposição.

De acordo com Sueli Parisi, diretora do Zoo Urbano, a decisão de realizar o evento tem como caráter principal a conscientização da população sobre os efeitos negativos da ação humana no ambiente marítimo.

“Segundo estudos da Universidade da Geórgia, 8 milhões de toneladas de resíduos plásticos foram parar nos oceanos somente em 2014. Esse é um número muito preocupante, que mostra a importância de trazer o assunto à tona”, afirma.

Contando com a curadoria do artista plástico Alexandre Stefani, o Zoo Tamar Ubatuba será executado por 10 artistas que irão utilizar objetos como garrafas pet, plásticos, redes de pesca, entre outros, para confeccionar as esculturas.

A comunidade também terá papel fundamental, uma vez que entusiastas e voluntários locais irão colaborar com o projeto.

“Apesar de evidenciar a beleza, queremos expor obras com caráter crítico. Acreditamos na arte como uma poderosa forma de expressão. Temos certeza que com o envolvimento de toda a comunidade, podemos mudar o destino de milhares de animais”, afirma o curador.

Link da campanha: www.ifunding.com.br/campaigns/zoo-tamar-ubatuba.ruy.barrozo