Coluna Social
Compartilhar

RB| Economia

Transporte aéreo de carga começa 2018 com aumento na demanda.A Associação Internacional de Transporte Aéreo - IAT..

Ruy Barrozo - 27 de junho de 2018, 12:06

Transporte aéreo de carga começa 2018 com aumento na demanda.

ANÚNCIO

A Associação Internacional de Transporte Aéreo - IATA - International Air Transport Association divulgou os dados sobre os mercados globais de carga aérea que mostram aumento de 8,0% na demanda, que é medida em quilômetros por toneladas de carga (FTKs), em janeiro de 2018 em relação ao período anterior.

Esse valor foi maior que o crescimento anual de 5,8% registrado em dezembro de 2017.

ANÚNCIO

A capacidade de carga, medida em quilômetros por toneladas de carga disponíveis (AFTKs), aumentou 4,2% na comparação ano a ano em janeiro de 2018.

O ritmo positivo contínuo no crescimento da demanda por transporte de carga em 2018 reflete o fato de que os fatores de crescimento continuam favoráveis. A demanda global por exportações da manufatura está em alta, e para atender a essa demanda, aumentou o prazo de entrega da cadeia de suprimentos. Consequentemente, a demanda por transporte aéreo de carga pode se fortalecer, com as empresas buscando entrega mais rápida para compensar os tempos de produção mais longos.

"Com crescimento de 8% em janeiro, o setor de transporte de carga aérea teve um bom início de 2018, após um ano excepcional em que a demanda cresceu 9%. Nossa expectativa é que a demanda por transporte aéreo de carga apresente uma taxa de crescimento mais normal em 2018, perto de 4,5%. Mas existem fatores contrários também. Se o presidente Trump cumprir sua promessa de impor sanções às importações de alumínio e aço, existe um risco real de uma guerra comercial. Ninguém ganha com fortes medidas protecionistas", disse Alexandre de Juniac, Diretor Geral e CEO da IATA.

Participação global1 Janeiro de 2018 (% em relação ao ano anterior)

Mercado total

África

Ásia Pacífico

Europa

América Latina

Oriente Médio

América do Norte

1 % de FTKs da indústria em 2017.

2 Alteração no fator de carga em relação ao ano anterior.

3 Nível do fator de carga.

Obs.: As taxas de crescimento regional e total da indústria são baseadas em uma amostra constante de companhias aéreas, combinando dados relatados e estimativas no caso de dados indisponíveis. O tráfego aéreo é alocado de acordo com a região em que a companhia aérea é registrada; não deve ser considerado como tráfego regional. Os dados estatísticos históricos estão sujeitos à revisão.

Desempenho por região

As companhias aéreas de todas as regiões relataram aumento na demanda em janeiro de 2018.

As companhias aéreas da região Ásia-Pacífico apresentaram aumento os volumes de carga de 7,7% em janeiro de 2018 e a capacidade cresceu 2,2%, em relação ao mesmo período de 2017.

O aumento reflete a forte demanda contínua dos principais exportadores da região, a China e o Japão, em parte devido à recuperação da atividade econômica na Europa.

Porém, a tendência de aumento dos volumes de carga com ajuste sazonal teve uma pausa.

As companhias aéreas da América do Norte apresentaram aumento nos volumes de carga de 7,5% em janeiro de 2018 na comparação ano a ano, com aumento de 4,2% da capacidade.

A força da economia dos Estados Unidos e do dólar norte-americano melhorou as importações nos últimos anos.

Porém, isso pode ser compensado pelo enfraquecimento do dólar, mas a lei de reforma tributária recentemente aprovada nos Estados Unidos pode aumentar os volumes de carga no próximo período.

A tendência dos volumes de carga com ajuste sazonal é sem aumento.

As companhias aéreas da Europa apresentaram aumento de 10,5% nos volumes de carga em janeiro de 2018, com aumento na capacidade de 5,3%.

O forte desempenho na Europa é resultado da alta demanda de exportações entre os fabricantes da região.

Os volumes de carga com ajuste sazonal subiram 3% em janeiro na comparação mês a mês, o maior aumento desde março de 2017.

As companhias aéreas do Oriente Médio tiveram aumento nos volumes de carga de 4,4% na comparação com o ano anterior em janeiro de 2018, o menor crescimento entre todas as regiões.

A capacidade aumentou 6,3%.

Os volumes de carga com ajuste sazonal aumentaram novamente no primeiro mês do ano, mas as companhias aéreas da região continuam afetadas pelo ambiente político complicado no Oriente Médio.

As companhias aéreas da América Latina tiveram aumento na demanda de 8,0% em janeiro de 2018, com aumento de capacidade de 5,4%.

Este aumento na demanda reflete sinais de recuperação da maior economia da região, o Brasil.

Os volumes de carga internacional com ajuste sazonal estão de volta aos níveis observados no final de 2014.

As companhias aéreas da África registraram aumento na demanda de 12,9% em janeiro de 2018 em relação ao mesmo mês do ano passado.

Este aumento foi resultado do forte crescimento do comércio de produtos saindo e entrando na Ásia.

A demanda por transporte de carga aumentou 59% entre a África e a Ásia em 2017, após o aumento do número de voos diretos entre esses continentes, resultado de investimentos estrangeiros na África.