Como estão funcionando os grupos de NA – Narcóticos Anônimos no Paraná

Piti Hauer


As reuniões do NA continuam.
A pandemia do novo coronavírus prejudicou muitos serviços, entre eles, o programa de apoio às pessoas que lutam para se livrar das drogas.
Narcóticos Anônimos, irmandade sem fins lucrativos de homens e mulheres para quem as drogas se tornaram um problema maior, teve que suspender a maioria de suas reuniões presenciais, devido aos decretos apresentado pelo Estado do Paraná, Município, e região Metropolitana.
Atualmente, dois grupos de Curitiba oferecem reuniões presenciais (bairros Portão e campina do Siqueira) com limitações e adequações para diminuir os riscos de contágio. Os grupos de São José dos Pinhais e o grupo da Fazenda Rio Grande também oferecem reuniões presenciais.
Ainda que à distância, a irmandade vem se reinventando e mantendo seus encontros por meio de canais virtuais, como aplicativos de videoconferências, lives, vídeos e ainda tem realizado painéis de informação ao público em programas de rádio, além de manterem ativo o telefone de Linha de Ajuda (41) 99777-0209 – telefone e whatsapp, onde as pessoas podem buscar informações sobre o programa. Os canais estão abertos para atender todos aqueles que enfrentam problemas com drogas.
Segundo o subcomitê de relações públicas de NA, muitos membros têm se adaptado a essa nova realidade imposta pela pandemia, com registro de participações significativas nas videoconferências, lives e mesmo através da Linha de Ajuda, onde as pessoas manifestam o desejo de participar e recebem um link de acesso aos encontros virtuais. “Mesmo sem as reuniões presenciais, o NA continua ativo e está oferecendo várias possibilidades. É claro que nada substitui o encontro presencial, onde o acolhimento é muito importante, mas nesse momento precisamos aceitar o que a crise pandêmica nos atribui e aproveitar as alternativas que nos são viáveis.”, explicou o NA.
Quer conhecer mais sobre a irmandade Narcóticos Anônimos, acesse o site www.na.org.br ou ligue para o Linha de Ajuda (41) 99777-0209.
XMA Header Image
Previous ArticleNext Article
Piti Hauer
Presidente da Comissão de Políticas sobre Drogas da OAB-PR. Vice-presidente no Conselho Estadual de Políticas Públicas sobe Drogas do Estado do Paraná representando a OAB-PR. Especialista em Dependência Química pela UNIFESP. Professor na Faculdade Bagozzi. 1° Vice-Presidente da Fepact - Federação Paranaense das Comunidades Terapêuticas.