8 em cada 10 brasileiros dizem ter pego ou conhecer alguém que pegou Covid, diz Datafolha

Thiago Amâncio - Folhapress

curitiba covid-19 lei medidas

Pesquisa Datafolha feita em dezembro mostra que 79% dos brasileiros dizem que já pegaram ou que conhecem alguém que já foi infectado pela Covid-19.
Os números oficiais até a noite de sexta-feira (18) apontam que mais de 7 milhões de brasileiros já foram acometidos pela doença, e mais de 185 mil pessoas morreram.

A maioria dos que dizem conhecer algum infectado afirma que a pessoa é um conhecido (55%), amigo próximo (47%) ou mesmo um parente que não vive na mesma casa do entrevistado (40%).

Entre os que responderam assim vivem a maior parte nas regiões Centro-Oeste e Norte (84%) e em cidades de região metropolitana (83%) -no interior, esse número cai para 76%.

A pesquisa mostra, porém, que isso é mais comum entre pessoas mais ricas (95% dos que têm renda familiar de mais que 10 salários mínimos) e mais escolarizadas (91% das que têm curso superior completo), ainda que esses grupos sejam os que estão se isolando menos, mostra a mesma pesquisa.
Com o recente aumento de casos, no entanto, saltou para 73% a proporção de brasileiros que acredita que a situação da pandemia no Brasil está piorando.

Da última vez que o Datafolha fez essa pergunta, em agosto, essa proporção era de 43%, quando o número de mortes no país começou a cair depois de atingir seu máximo em julho.

Esses números variam conforme o apoio do entrevistado ao presidente Jair Bolsonaro, que recorrentemente nega a gravidade da doença.
Das pessoas que consideram o governo Bolsonaro ruim ou péssimo, 87% dizem que a pandemia está piorando. Já entre quem o avalia como bom ou ótimo, esse número cai para 59%.

Outra pesquisa Datafolha publicada pelo jornal Folha de S.Paulo na semana passada mostrou que a maioria dos brasileiros afirma que o presidente não tem culpa pelo total de mortos no país.

Por outro lado, caiu a proporção de brasileiros que diz ter medo de pegar a Covid-19. Na pesquisa mais recente, 41% disseram ter muito medo da doença, número que chegou a 47% em junho, fase mais aguda da pandemia. Já os que dizem que não têm medo de contrair a Covid-19 saltou para 24% em dezembro, proporção que era de 18% em agosto.

A pesquisa Datafolha foi feita entre 8 e 10 de dezembro com 2.016 brasileiros adultos em todas as regiões e estados do país, por telefone, com ligações para aparelhos celulares (usados por 90% da população). A margem de erro é de dois pontos percentuais.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="735334" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]