Bandeira Vermelha: municípios da região metropolitana debatem medidas conjuntas

Redação

bandeira vermelha, decreto, bandeira vermelha, lockdown, curitiba, grande curitiba, região metropolitana, medidas restritivas, covid, covid-19, coronavírus

Após Curitiba decretar Bandeira Vermelha e anunciar um lockdown de nove dias, os municípios que compõem a região metropolitana se reúnem para debater medidas conjuntas de enfrentamento à covid-19.

A Assomec (Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Curitiba) promove um encontro virtual neste sábado (13).

Na capital, as restrições severas começaram a valer meia-noite, e seguem em vigor até o próximo final de semana. Apensar serviços essenciais estão autorizados a funcionar, como hospitais, farmácias, supermercados e postos de combustíveis. Restaurantes só podem funcionar no sistema delivery, com restrições de horários.

Na bandeira vermelha, o transporte coletivo de Curitiba terá lotação máxima de 50%. A Comec (Coordenação da Região Metropolitana), órgão estadual responsável pelo transporte metropolitana, anunciou ainda na noite desta sexta-feira que os ônibus dessas linhas vão continuar operando com as respectivas tabelas de sábado, domingo e dias úteis, até segunda-feira (15), quando será avaliada a demanda de passageiros.

Dois municípios da Grande Curitiba se posicionaram após o decreto da bandeira vermelha da capital paranaense.

Colombo e São José dos Pinhais informaram que, mesmo com a decisão de Curitiba, vão seguir o decreto estadual, além de respectivos decretos municipais em vigor.

*Com informações da CBN Curitiba

Previous ArticleNext Article