Chile: entrada de brasileiros tem novas regras. Saiba quais são

Redação

Chile e Bolívia fecham fronteiras e deixam Brasil ainda mais isolado

O governo do Chile informou nesta terça-feira (23) que os passageiros provenientes do Brasil ou que tenham estado no país nos últimos 14 dias deverão se hospedar em um hotel de trânsito, lugar em que permanecerão por no mínimo 72 horas, independente de apresentarem um resultado negativo para o exame PCR realizado antes de entrar no país. As novas regras para entrada de brasileiros no Chile passam a valer nesta quinta-feira (25). As informações são do blog Nuestra América.

Depois de 72 horas, se o novo resultado do PCR realizado já no Chile for negativo, o passageiro será liberado para realizar a quarentena obrigatória de 10 dias no seu destino final. Se o resultado for positivo, a quarentena deverá ser realizada no mesmo hotel em que estiver.

Gastos no Chile por conta do próprio vajante

Todos os gastos associados à entrada de brasileiros no Chile são de responsabilidade do próprio viajante. Os custos e reservas são gerados no momento do preenchimento do passaporte sanitário, que deve ser feito previamente de maneira online no Brasil.

Esses novos procedimentos somam-se aos requisitos já estabelecidos anteriormente para a entrada no Chile de passageiros provenientes do Brasil, que são:

  • PCR negativo realizado 72 horas antes do embarque. Em caso de voos com escala, se considera o último embarque até a chegada no país.
  • Preencher a “Declaração Juramentada para Viajantes” até 48 horas antes do embarque. A declaração pode ser encontrada em www.c19.cl
  • Contar com um seguro de saúde que cubra atendimentos associados a COVID-19 durante a sua estadia, com uma cobertura de no mínimo USD $30,000.
  • Cumprir a quarentena de 10 dias quando chegar ao país
  • Preencher o Acompanhamento Epidemiológico que será enviado diretamente para o e-mail do turista durante os primeiros 14 dias desde a sua chegada no Chile

Leia também: Mercedes-Benz suspende produção no Brasil para evitar avanço da epidemia

Previous ArticleNext Article