Por falta de doses, 88 cidades do Paraná suspenderam 1ª dose da vacina

Grasiani Jacomini - CBN Curitiba

Curitiba vacina quarta

No Paraná, 88 municípios tiveram que suspender a vacinação da primeira dose contra a Covid-19 na última semana, por falta de imunizantes. Outras 41 cidades tiveram que suspender a aplicação da segunda dose, também por falta de vacinas.

Os dados são de pesquisa da Confederação Nacional de Municípios (CNM), que levou em conta levantamento de 270 das 399 cidades do estado, entre os dias 26 e 29 de abril.

Outro ponto de alerta do estudo é em relação ao risco iminente de faltar medicamentos do chamado “kit intubação”. O levantamento mostra que no Paraná, 38 municípios apontaram risco de hospitais de suas regiões ficarem sem medicamento do kit intubação. Já 19 cidades relataram risco de faltar oxigênio nos hospitais locais durante a última semana.

No plano nacional, a pesquisa que 869 municípios ficaram sem vacina para aplicação da segunda dose no prazo estipulado pelo informe do imunizante. Já a oferta da primeira dose ao grupo prioritário ficou em falta para 673 cidades. A pesquisa ouviu 2.831 municípios de todos os estados.

A pergunta vem sendo feita desde a primeira edição da pesquisa, realizada de 23 a 25 de março, quando 1.316 gestores locais afirmaram enfrentar esse risco. A CNM destaca que, apesar da queda, a situação ainda é crítica diante dos impactos que pode trazer ao tratamento das pessoas em estado grave. Nesta semana, a falta de oxigênio pode atingir 223 municípios. Em março, esse número era 709, de acordo com o levantamento da CNM.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="761460" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]