Covid-19: Londrina reduz intervalo para dose de reforço para quatro meses

Redação

londrina, vacina, vacinas, covid, covid-19, coronavírus, dose de reforço, terceira dose, intervalo, 4 meses, quatro meses, ministério da saúde, secretário municipal da saúde, felippe machado

A Secretaria Municipal da Saúde de Londrina, no norte do Paraná, anunciou nesta segunda-feira (20) a redução do intervalo de aplicação da dose de reforço para a vacina contra a covid-19 de cinco para quatro meses. As informações são do Tarobá News.

Conforme as novas regras, todos os cidadãos com 18 anos ou mais e que tenha tomado a segunda dose do imunizante há, pelo menos, quatro meses, estariam elegíveis para o reforço vacinal.

Em pronunciamento, na manhã desta segunda-feira (20), o secretário municipal da Saúde, Felippe Machado, explicou que a decisão encontra respaldo na nova orientação do governo federal.

“Para ampliar a proteção contra a variante ômicron, vamos reduzir o intervalo de aplicação da 3ª dose de cinco para quatro meses. A dose de reforço é fundamental para frear o avanço de novas variantes e reduzir hospitalizações e óbitos, em especial em grupos de risco”, afirmou Machado.

A Prefeitura de Londrina tinha o objetivo de reduzir o intervalo de aplicação da dose de reforço da vacina contra a covid-19 assim que o Ministério da Saúde publicasse a nova portaria autorizando a aplicação da 3ª após quatro meses.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="812553" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]