Covid-19: Prefeitura de Curitiba diz que ainda há UTIs disponíveis para crianças

Vinicius Cordeiro

covid-19 leitos prefeitura crianças curitiba UTIs

A prefeitura de Curitiba desmentiu a informação de que todos os leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) exclusivos para covid-19 destinados a crianças estejam ocupados. De acordo com a administração municipal, um erro de uma funcionária que alimenta o sistema fez com que o dado errado tivesse sido divulgado. A lotação máxima das UTIs pediátricas consta, por exemplo, no portal da transparência fornecido pelo governo do Paraná.

Procurado pela reportagem, o hospital confirmou que ainda conta com vagas disponíveis. Vale lembrar que todas as pessoas com qualquer sintoma respiratório grave são encaminhados para leitos exclusivos covid-19, não somente as pessoas com confirmação do coronavírus.

Além disso, a SMS (Secretaria Municipal de Saúde) aponta que não há registro de aumento dos casos de covid-19 em crianças e que não há fila de espera por UTIs pediátricas.

Conforme o último boletim, Curitiba acumula 126.493 casos e 2.585 mortes por covid-19. Atualmente a taxa de ocupação das UTIs é de 85%. Mesmo com o índice alto, a prefeitura retomou a bandeira amarela e liberou a retomada de algumas atividades na capital paranaense.

CURITIBA SEGUE COM LEITOS DE UTI DISPONÍVEIS PARA CRIANÇAS COM COVID-19

Veja a íntegra da nota da prefeitura de Curitiba:

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) trabalha com um sistema de monitoramento de ocupação de leitos em tempo real. A alimentação desses dados, entrada e saída de pacientes, é feita pelos hospitais. Todos os dias às 11h a SMS fecha um relatório com o senso de ocupação hospitalar na cidade.

Na tarde de ontem (27/1), ao identificar os dados alimentados pelo Hospital Pequeno Príncipe – ocupação de 100% dos leitos de UTIs pediátricos exclusivos para covid-19 -, a SMS acionou a direção do hospital que informou tratar-se de um equívoco da funcionária que alimenta o sistema ao lançar no censo hospitalar de leitos exclusivos, pacientes internados por outras condições de saúde. Dos 5 leitos de UTI covid no hospital, apenas 1 estava ocupado por paciente com Sintomas Respiratórios Agudos Graves (SRAG).

Uma equipe de auditoria da Saúde do município foi deslocada para o hospital na manhã desta quinta-feira para averiguação dos fatos in loco.

A SMS informa ainda que não há aumento de casos de infecção pelo novo coronavírus em crianças e adolescentes em Curitiba. Também não há fila de espera para UTI pediátrica covid-19 nos serviços do município.

Previous ArticleNext Article