Paraná recebe mais 234 mil vacinas contra Covid; Beto Preto garante distribuição igual

Redação

vacinas covid paraná

Um novo lote com 234.510 vacinas contra a Covid-19 chegou ao Paraná nesta sexta-feira (18). São 143.910 doses da vacina produzida pela Pfizer/BioNtech, e 90.600 doses da Coronavac, desenvolvida pelo Instituto Butantan.

De acordo com a Sesa (Secretaria de Estado da Saúde), as vacinas serão destinadas aos grupos prioritários e população em geral acima de 40 anos. A remessa faz parte da 25ª distribuição do governo federal.

As vacinas estão no Cemepar (Centro de Medicamentos do Paraná), onde são armazenadas, cadastradas e separadas, de maneira proporcional, conforme o Plano Nacional de Imunizações, para todos os 399 municípios das 22 Regionais de Saúde. Isso é ressaltado pelo governo estadual em meio à confusão com a prefeitura de Curitiba, que alega ser injustiçada na divisão.

“A descentralização das vacinas é feita em pactuação com o Cosems-PR (Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Paraná). Juntos, trabalhamos para imunizar todos os paranaenses dos 399 municípios do Estado, sem exceção. Esse é o período mais duro da pandemia, não é momento para politicagem”, reforçou Beto Preto.

O critério estabelecido pelo Ministério da Saúde para envio das vacinas considera a proporção de pessoas classificadas nos grupos prioritários, não a proporção de habitantes do Estado. Dessa forma, o Paraná segue a mesma orientação para a distribuição do quantitativo de doses recebidas.

Os grupos prioritários, aqueles que são mais expostos ao vírus ou têm mais chances de desenvolverem casos graves da doença, correspondem a mais da metade da população vacinável. Conforme o Ministério da Saúde, o Paraná tem 8,8 milhões de pessoas com mais de 18 anos, que devem receber a vacina.

VACINAS

As vacinas da Pfizer/Comirnaty, destinadas para primeira dose (D1), serão encaminhadas para todos os municípios do Paraná. A decisão, de acordo com o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, foi pactuada entre a Sesa e o Cosems/PR.

“Enviaremos as vacinas da Pfizer para todos os municípios que se sentirem aptos para armazenar e realizar a aplicação do imunizante”, afirmou o secretário.

As vacinas da farmacêutica norte-americana possuem instruções de operacionalização diferenciadas. Elas podem permanecer armazenadas por até 31 dias à temperatura de 2º a 8º C, desde que o transporte dos imunizantes seja realizado em até 12 horas, dentro da mesma temperatura.

Segundo o Plano Estadual de Vacinação contra a Covid, serão:

  • 95.115 doses para pessoas de 40 a 59 anos;
  • 16.396 para trabalhadores da educação do ensino básico, ensino fundamental, ensino médio, profissionalizante e EJA;
  • 16.396 para trabalhadores do Ensino Superior;
  • 1.483 doses para trabalhadores da Assistência Social

O quantitativo inclui, ainda, a reserva de 10% que deve ser utilizada para perdas técnicas e físicas, falha no transporte ou quebra de frascos.

Já nas doses da Coronavac/Butantan, apenas metade será enviada para as 22 regionais de Saúde do Estado. Os imunizantes, que deverão ser utilizados como primeira dose, serão aplicados em gestantes e puérperas com ou sem comorbidades.

As outras 45.300 doses ficarão armazenadas no Cemepar e serão enviadas nos próximos 15 dias para aplicação da segunda dose.

VACINÔMETRO

O Paraná vacinou até às 13h desta sexta-feira (18) 4.898.875 paranaenses contra a Covid-19, sendo 3.620.211 pessoas com a primeira dose e 1.278.664 com as duas. Os dados constam no Vacinômetro da Sesa.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="770744" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]