Coronavírus
Compartilhar

Covid: Pfizer deve fornecer 100 milhões de vacinas ao Brasil em 2022

A Pfizer Brasil e a BioNTech SE anunciaram nesta segunda-feira (29) um novo acordo com o Ministério da Saúde do Brasil. ..

Redação - 29 de novembro de 2021, 12:19

Crédito: Divulgação Pfizer
Crédito: Divulgação Pfizer

A Pfizer Brasil e a BioNTech SE anunciaram nesta segunda-feira (29) um novo acordo com o Ministério da Saúde do Brasil. Por esse acordo, as farmacêuticas se comprometem a entregar 100 milhões de doses da vacina contra a Covid  (Comirnaty) durante o ano de 2022. As informações são da assessoria de imprensa da Pfizer.

Segundo o que foi divulgado, as doses serão entregues por meio de uma programação mensal a partir de janeiro de 2022. Como parte do acordo, o governo brasileiro também tem a opção de aumentar o número de doses previstas para serem entregues ao país em até 50 milhões de vacinas adicionais, elevando o número total para 150 milhões de doses no ano.  Não foram divulgadas outras informações, como valor do contrato.

“Estamos muito felizes em continuar nossa parceria com o governo brasileiro, permitindo assim a imunização da população do país ao longo de 2022”, disse Marta Díez, Presidente da Pfizer Brasil.

“À medida que olhamos para frente, as vacinas em andamento continuam sendo fundamentais no enfrentamento da pandemia da COVID-19 globalmente", disse Sean Marett, diretor de negócios e comerciais da BioNTech. "É por isso que temos o prazer de continuar nosso trabalho com o governobrasileiro em 2022 para ajudar a ampliar o acesso às vacinas e proteger a saúde pública”, completou.

Produção local da vacina contra a covid da Pfizer/Bointeh em acordo com a Eurofarma

A Pfizer e a BioNTech anunciaram recentemente a assinatura de uma carta de intenção com a farmacêutica brasileira Eurofarma para a produção local da vacina de mRNA contra a Covid, Comirnaty, e distribuição na América Latina.

A vacina Comirnaty, que se baseia na tecnologia de mRNA da BioNTech, foi desenvolvida pela BioNTech e pela Pfizer e recebeu a aprovação regulatória da Anvisa em 23 de fevereiro. BioNTech é o detentor da Autorização de Introdução no Mercado nos Estados Unidos, União Europeia, Reino Unido, Canadá e detentor de autorizações de uso de emergência ou equivalentes nos Estados Unidos (juntamente com a Pfizer) e outros países.

Segundo o comunicado das farmacêuticas, as inscrições para obter aprovações regulatórias nos países onde as autorizações de uso de emergência ou equivalentes foram inicialmente concedidas estãoplanejadas ou em andamento.

2.1 bilhões de doses da Corminaty em todo o mundo. 130 milhões no Brasil até agora

A Pfizer e a BioNTech já enviaram mais de 2,1 bilhões de doses da vacina da covid para mais de 161 países e territórios em todas as regiões do mundo. A Pfizer já entregou mais de 130 milhões de doses da Comirnaty ao Brasil, e fornecerá mais 70 milhões de doses até o final do ano, de acordo com os dois contratos de suprimento estabelecidos anteriormente em março e maio deste ano.