Coronavírus
Compartilhar

Crianças nascidas em 2016 começam a ser vacinadas nesta segunda em Curitiba

Neste sábado (5) foram vacinadas 14.163 crianças durante a ação para atender todas as crianças já convocadas anteriormente. A expectativa era vacinar 40 mil.

Redação - 06 de fevereiro de 2022, 09:13

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Curitiba vai ampliar a vacinação contra a covid-19 para as crianças nascidas em 2016 nesta segunda-feira (7), informou a Secretaria Municipal da Saúde (SMS).

A vacinação das crianças seguirá de forma escalonada por período de nascimento. Na segunda, a primeira dose será para as crianças nascidas entre 1º de janeiro e 30 de junho de 2016. Já no dia seguinte (8), serão vacinas as nascidas entre 1º de julho e 31 de dezembro de 2016 e 1º de janeiro e 8 de fevereiro de 2017.

A SMS ressalta que nestas datas só poderão receber a primeira dose anticovid o público convocado. Crianças das faixas etárias que já foram convocadas e não compareceram na data para a primeira dose deverão aguardar a convocação da repescagem.

Neste sábado (5) foram vacinadas 14.163 crianças durante a ação para atender todas as crianças já convocadas anteriormente. A expectativa era vacinar 40 mil.

Onde vacinar e recomendações

O atendimento para as crianças seguirá em dez Unidades de Saúde exclusivas, das 8h às 17h. Confira os endereços no site Imuniza Já na aba “Locais de vacinação”. 

A SMS orienta para que os responsáveis façam o cadastro prévio da criança no Aplicativo Saúde Já. Essa ação agiliza o fluxo da vacinação. Crianças acompanhadas pelo SUS de Curitiba já estão cadastradas. 

No dia da vacinação é necessário que a criança esteja acompanhada de um familiar ou responsável.

Também deverá ser apresentado documento de identificação e CPF da criança, documento de identificação com foto e comprovante de residência em nome do responsável pela criança. 

A vacina contra a covid-19 para crianças não deve ser aplicada de forma simultânea com imunizantes para outras doenças. A recomendação é de que seja dado um intervalo de 15 dias.

Crianças que testaram positivo para a doença também devem aguardar o intervalo para receber o imunizante, que nesse caso é de 30 dias após a data de início dos sintomas.

A vacinação das crianças com 5 anos e das imunossuprimidas de qualquer idade deve ser feita exclusivamente com o imunizante pediátrico da Pfizer, conforme recomendação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária - Anvisa.

Após a liberação da Anvisa, o Ministério da Saúde incluiu no dia 21 de janeiro a Coronavac na campanha de vacinação contra a covid-19 para a faixa etária de 6 a 17 anos.

Cronograma de vacinação das crianças

•   7/2 (segunda-feira) – Crianças nascidas entre 1º de janeiro e 30 de junho de 2016;
•   8/2 (terça-feira) – Crianças nascidas entre 1º de julho e 31 de dezembro de 2016 e entre 1º de janeiro e 8 de fevereiro de 2017.