Curitiba aplicou 39.197 doses da vacina contra a covid-19

Redação


A SMS (Secretaria Municipal da Saúde ) de Curitiba aplicou, até essa quinta-feira (4), 39.197 doses da vacina que imuniza contra o novo coronavírus. Foram vacinados:

  • 4.419 moradores, funcionários e cuidadores de instituições de longa permanência;
  • 73 indígenas; 128 vacinadores;
  • 34.577 profissionais dos serviços de saúde da cidade;

A secretaria ressalta que nenhum cidadão precisa procurar os serviços de saúde em busca da vacina. Todos os vacinados vão ser convocados, de acordo com o fluxo de vacinação.

Para esta primeira fase da vacinação, Curitiba recebeu 52.990 doses de vacinas para serem aplicadas no público prioritário elencado pelo Plano Municipal de Imunização.

Além das 23.160 doses da Coronavac recebidas no primeiro lote, no dia 24 de janeiro foram entregues 20.380 doses da vacina produzida pela Universidade de Oxford e pelo Laboratório AstraZeneca, que vieram da Índia para o Brasil. E no dia 29 de janeiro, o Governo do Paraná anunciou o repasse de mais 9.450 doses de Coronavac.

As vacinas para a segunda dose estão estocadas no Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar) e serão repassadas ao município nas próximas semanas, assim que for encerrada a primeira rodada de vacinação.

QUAIS SÃO OS GRUPOS DA VACINAÇÃO CONTRA A COVID-19 EM CURITIBA?

Os grupos já definidos para receber a vacina nesta fase são:

  • os profissionais da enfermagem que estão atuando como vacinadores na campanha;
  • moradores, funcionários e cuidadores das 127 instituições de longa permanência;
  • indígenas da aldeia Kakané Porã, na Regional Tatuquara;
  • profissionais de saúde dos hospitais;
  • equipes das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu);
  • profissionais de serviços de remoção médica particulares;
  • trabalhadores das Unidades de Saúde e dos Centros de Atendimento Psicossocial (Caps);

Desde quarta-feira (3), a vacina anticovid está sendo aplicada em profissionais de saúde que atuam como autônomos ou em consultórios, com registros ativos em Curitiba.

Devido ao estoque atual de vacinas, o Comitê de Técnica e Ética Médica definiu um escalonamento por idade. Neste primeiro momento está agendado o atendimento aos profissionais com 40 anos completos ou mais. Trata-se de um universo estimado de 14 mil pessoas.

Esses profissionais estão recebendo o agendamento pelo Saúde Já.

A secretaria orienta que os profissionais deste novo grupo façam o cadastro no sistema pelo site www.saudeja.curitiba.pr.gov.br ou pelo aplicativo disponível nas versões IOS e Android.

O sistema será o principal canal de informação com a população curitibana durante a campanha de imunização contra a covid-19.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="743716" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]