Eficácia de 78%: Anvisa recebe dados da Coronavac

Redação

Eficácia da Coronavac é de 78%

A Coronavac, vacina produzida através de uma parceria entre o Instituto Butantan e a chinesa Sinovac, teve uma eficácia de 78% nos estudos finais realizados no Brasil. A informação é do jornal Folha de São Paulo, em notícia assinada pelo repórter Igor Gielow.

De acordo com a notícia, o percentual de eficácia se aplica à prevenção de casos leves da doença.

Esses dados estão sendo apresentados à Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária)  na manhã hoje (7). O Instituto Butantan deverá fazer o pedido de registro emergencial da Coronavac.

Os dados que estão sendo apresentados à Anvisa foram revisados pelo Comitê Internacional Independente, da Áustra, de acordo com a informação do jornal.

O estudo da fase 3 da vacina Coronavac foi patrocinado pelo Butantan. Foram envolvidos 13 mil profissionais de saúde voluntários, que receberam duas doses com 14 dias de intervalo entre uma e outra.

Os dados mostraram que cerca de 220 foram infectados pelo novo coronavírus. E a Coronavac teria garantido proteção total contra mortes nos voluntários vacinados que pegaram a Covid-19.

Leia também: Bayer se junta à CureVac na produção de vacina contra covid-19

 

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="737916" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]