Empresário de Cascavel quer doar cilindros de oxigênio para Manaus

Redação

oxigênio, empresario de casavel quer doar para manaus

Juarez da Luz, empresário de Cascavel, dono da Oxiguaçu, que trabalha com cilindros de oxigênio, quer doar cem unidades para ajudar pacientes de Manaus, capital do Amazonas, diante do colapso causa dano sistema de saúde da cidade por causa do coronavírus. As informações são da Tarobá News.

Nos últimos dias, Manaus registrou um recorde de internações por Covid. Além desses pacientes, falta oxigênio para outros internados nas UTI, a exemplo de bebês prematuros.

Ele pretende doar 100 cilindros com carga para as famílias que ligaram pedindo ajuda para os pacientes. O empresário relata que o melhor meio seria enviar por avião e uma alternativa seria realizar uma parceria com o exército.

 

 

Estado do Paraná se colocou à disposição

A Sesa (Secretaria de Estado da Saúde do Paraná) se colocou à disposição nesta sexta-feira (15) para receber e prestar assistência para até 25 recém-nascidos internados em leitos de UTI de Manaus.

O sistema de saúde da capital do Amazonas entrou em colapso devido à pandemia do coronavírus. Pacientes com covid-19 têm morrido sufocados após o estoque de oxigênio ter acabado na quinta (14).

Conforme o governo do Paraná, o pedido partiu do Ministério da Saúde. Segundo a pasta, o caos na saúde pública causado pela má gestão da pandemia pode afetar o atendimento aos recém-nascidos de Manaus.

“Recebemos com muita sensibilidade esse pedido para uti para os bebês. Nos mobilizamos de forma a ajudar humanitariamente esses pacientes com todas as condições que temos aqui”, disse o secretário Beto Preto, por meio da assessoria de imprensa.

 

Leia também: Após fracasso de busca de vacina na Índia, governo usa avião para levar oxigênio para Manaus

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="739445" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]