Especialistas afirmam que não há risco de fazer as vacinas da Covid e da Gripe simultaneamente

BandNews FM Curitiba

Paraná soma 262 casos da H3N2 e já registra transmissão comunitária

A gripe, da mesma forma que a Covid-19, também pode apresentar casos graves e até mesmo levar a morte. É por isso que a campanha de vacinação da gripe é feita todos os anos no Brasil e em outros países. Em 2021 não foi diferente, mas neste ano, principalmente por causa da pandemia, a adesão a vacinação foi menor. A notícia é da BandNews FM Curitiba.

Em Curitiba, no mês de novembro, a secretaria municipal de saúde ainda tinha em estoque mais de 167 mil doses de vacinas. Na primeira fase da campanha, que começou em abril e foi até a metade do ano, pouco mais de 500 mil pessoas tinham sido vacinadas na capital. O receio, naquele momento, era a necessidade de intervalo para a aplicação da vacina da gripe e da covid-19.

Hoje, depois de um ano de experiência e pesquisa sobre a vacina contra a Covid-19, o médico infectologista Jaime Rocha explica que, não há risco de fazer as duas vacinas sem nenhum intervalo:

“Não há nenhuma necessidade de qualquer intervalo de vacina de gripe e covid. As duas podem ser feitas simultaneamente ou em qualquer intervalo. Inicialmente, quando a vacina de Covid havia chegado, nós pedimos o intervalo para entender melhor como funcionava a vacina de covid. Agora, que tem mais de um ano de evolução de vacinação, nós estamos tranquilos para fazer isso”, afirmou o infectologista.

Para o médico, a vacinação contra a influenza não pode ser minimizada porque o vírus da gripe, assim como o coronavírus, sofrem mutações constantes. Os imunizantes são atualizados periodicamente também e, por isso, a vacina deve ser refeita todos os anos:

“A vacinação contra a gripe é importante para todos os países, inclusive o Brasil. Devemos fazer a vacina todos os anos, porque todos os anos circulam diferentes cepas do influenza, que é a gripe. Existem a influenza A e B e dentro do A, existem o H1N1 e H3N2. Por isso, a vacina precisa ser ajustada todos os anos”, complementou Rocha.

Para tomar a vacina contra a gripe, basta procurar a unidade de saúde básica mais próxima da sua casa e, tendo a disponibilidade de doses, o usuário será vacinado.

Previous ArticleNext Article
em 20 minutos tudo pode mudar
[post_explorer post_id="813753" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]