Fiocruz e Astrazeneca garantem IFA para 70 milhões de doses de vacina

Redação

Vacina de Oxford AstraZeneca Covishield: IFA Fiocruz

A Fiocruz e a AstraZeneca assumiram novo compromisso para aquisição de Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) adicional suficiente para a produção de mais 20 milhões de doses da vacina Covid-19. A farmacêutica e a Fiocruz já haviam assinado um contrato para aquisição de IFA adicional para a produção de cerca de 50 milhões de doses, que farão parte das entregas do segundo semestre juntamente com a produção nacional. Com o novo compromisso, a Fiocruz poderá então produzir 70 milhões de doses adicionais ao longo do segundo semestre, adicionalmente às doses que serão produzidas com o IFA produzido no Brasil. As informações são do site oficial da Fiocruz.

Segundo o compromisso firmado, as novas remessas de IFA para a produção de 20 milhões de doses têm previsão de serem enviadas ao longo dos meses de agosto e setembro, o que garantiria uma produção contínua no segundo semestre, eliminando, dessa forma, o risco de interrupção por falta de insumo. Os demais lotes, necessários para a produção das 50 milhões de doses restantes, serão enviados nos meses seguintes, de outubro a dezembro.

O anúncio aconteceu em reunião ocorrida esta semana entre a AstraZeneca e o Ministério da Saúde, com participação da Fiocruz. Estiveram presentes o CEO da AstraZeneca, Pascal Soriot; o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga; a presidente da Fiocruz, Nísia Trindade Lima; e o vice-presidente de Desenvolvimento Institucional e Gestão do Trabalho da Fiocruz, Mario Moreira.

Dificuldade para garantir IFA adicional e aumentar produção de vacina

“Sabemos o quanto tem sido difícil obter insumo adicional, dado o cenário internacional de escassez de vacinas e insumos. A aquisição do IFA adicional para a produção de mais 70 milhões de doses é resultado do esforço e empenho institucional, bem como da parceria que a AstraZeneca tem tido conosco desde o início, compreendendo a urgência de uma produção contínua e acelerada em nosso país”, destaca a presidente da Fiocruz, Nísia Trindade Lima.

Durante a reunião, como resultado do reconhecimento do trabalho de alta qualidade que vem sendo desenvolvido pelo Instituto de Tecnologia em Imunibiológicos (Bio-Manguinhos/Fiocruz) na produção da vacina, foi definido um grupo técnico de trabalho para avaliar uma colaboração da Fiocruz no esforço global de superação da pandemia.

No total, já foram entregues 65,9 milhões de doses ao PNI, incluindo 4 milhões de doses prontas da vacina do Instituto Serum, da Índia. Com o IFA já disponível na Fundação, estão garantidas entregas semanais até 23 de julho.

 

Leia também: Vacina contra a covid: Estado recebe novo lote com 548 mil doses

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="773681" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]