Guaratuba voltará a instalar barreiras sanitárias nos finais de semana

Redação

barreiras sanitárias, barreira sanitária, guaratuba, litoral, paraná, roberto justus, fiscalização

O município de Guaratuba, no litoral do Paraná, decidiu instalar barreiras sanitárias nos finais de semana para evitar a entrada de turistas no momento em que a pandemia do coronavírus voltou a pressionar o sistema público de saúde.

A medida já havia sido adotada anteriormente em outros momentos da crise sanitária.

A decisão de retomar as barreiras sanitárias foi tomada pelo Comitê de Enfrentamento à Covid-19 de Guaratuba, que se reuniu nesta quarta-feira (19) para definir novos planos de ação e prevenção contra o coronavírus.

Os gestores avaliaram o novo decreto estadual e a atualização das regras adotadas na bandeira laranja atualizada de Curitiba.

O secretário Municipal da Saúde de Guarautba, Gabriel Modesto, ponderou que a média móvel de novos casos de coronavírus voltou a crescer após uma queda significativa.

“Estamos com cerca de 10 confirmações diárias novamente, isso aumenta a pressão no sistema de saúde da cidade e reflete, principalmente, na ocupação de leitos da região e do estado”, afirmou.

O secretário mostrou a taxa de ocupação de leitos (clínicos e UTI) no Estado que continua operando no seu limite.

“Se não fizermos uma ação agora que está crescendo os números de casos e já com a rede de saúde saturada, podemos chegar a uma situação de não termos nem como receber o paciente no nosso Pronto Socorro”, alertou Gabriel Modesto.

NOVAS REGRAS EM GUARATUBA

Além de adotar as barreiras sanitárias, o município de Guaratuba decidiu adotar as principais medidas estabelecidas pelo atual decreto estadual de restrições contra a covid-19, como o toque de recolher noturnos das 22h às 5h.

  • Apenas o comércio essencial funcionará no domingo, menos restaurantes, lanchonetes e similares que poderão trabalhar somente com sistema de entrega. O delivery de serviços essenciais será permitido sem restrição de horário e dia.
  • Eventos sociais e atividades correlatas, feiras, casas noturnas continuam suspensos
  • Comércio de rua poderá funcionar das 7h às 22h, com capacidade de 50% de segunda-feira a sábado
  • Academias e similares poderão funcionar no horário das 6h às 22h, também de segunda-feira a sábado
  • Supermercados poderão funcionar com capacidade de 30% e abrir aos domingos
  • Hotéis deverão manter as 24h de quarentena dos quartos após saída do hóspede com as áreas sociais e de lazer fechadas

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="765310" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]