Pessoas de 49 a 47 anos devem ser vacinadas em Curitiba até domingo, diz Huçulak

Vinicius Cordeiro

vacina, coronavírus, covid-19, curitiba, sms, secretaria municipal da saúde, 49 anos, 48 anos

Quem tiver 49, 48 ou 47 anos deve tomar a primeira dose da vacina contra Covid-19 até o próximo domingo (27). A projeção foi feita pela secretária municipal da Saúde, Márcia Huçulak, em entrevista à rádio BandNews FM Curitiba.

“Estou ansiosa esperando para ir buscar as vacinas e amanhã anunciar a vacinação de 49 [anos], sábado para 48 e domingo 47 anos. É mais ou menos o quantitativo que a gente vai receber”, disse Huçulak.

A retomada da vacinação em Curitiba se dá pela chegada de novas doses da vacina da Pfizer, CoronaVac e, pela primeira vez, da Janssen. O governo estadual, no entanto, ainda não confirmou a quantidade exata de doses para a capital.

Vale lembrar que a campanha está suspensa ao público em geral em Curitiba está paralisada desde o início da semana devido a falta de doses. Hoje (24), com estoque reduzido, a vacinação está restrita a profissionais da saúde que já haviam agendado a aplicação.

O último balanço aponta que 721.673 pessoas tomaram a primeira dose de vacina contra covid-19 em Curitiba.

MAIS IMUNIZANTES CHEGAM AO PARANÁ

91.250 doses da Janssen, produzida pela farmacêutica do grupo Johnson&Johnson, chegam ao Paraná hoje, na 27ª remessa enviada pelo Ministério da Saúde. Esse imunizante requer apenas uma dose para imunização contra o coronavírus.

Essa vacina, conforme instruído, deve ser destinada aos trabalhadores do transporte coletivo rodoviário de passageiros, transporte ferroviário, transporte aquaviários e caminhoneiros.

O lote ainda conta com mais 211.200 doses da CoronaVac, desenvolvida pelo Instituto Butantan. Para fechar, o Estado recebeu mais 136.890 vacinas da Pfizer, que também serão distribuídas aos municípios.

SMS PRORROU BANDEIRA LARANJA: “COLHENDO RESULTADOS”, DIZ HUÇULAK

A Prefeitura de Curitiba prorrogou o decreto da bandeira decreto nesta terça-feira (23). Segundo a secretária Márcia Huçulak, a manutenção das medidas restritivas se dá pelo cumprimento dos protocolos sanitários, evitando novo aumento dos casos.

“Estamos colhendo resultados de um trabalho conjunto, cumprindo e respeitando os protocolos. Agora o objetivo é alcançar a bandeira amarela e novamente é uma missão que depende de todos”, explicou.

Conforme o último boletim municipal, Curitiba acumula 234.928 casos (221.079 recuperados) e 6.005 mortes em decorrência da covid-19. Neste momento são 7.844 casos ativos (pessoas capazes de transmitir o vírus), sendo que a taxa de ocupação das UTIs está em 91% (restam 51 livres) e os leitos de enfermaria está em 79% (160 disponíveis).

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="771782" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]