Infectologista faz a apelo a empresário para segurar covid: “aguente mais um pouquinho”

Martha Feldens

Infectologista faz apelo a empresários contra a covid

O médico infectologista Clovis Arns da Cunha, presidente da Sociedade Brasileira de Infectologia, fez um apelo aos empresários na tentativa de conter a disseminação da covid em Curitiba e região.

“O comerciante, o restaurante precisa saber: aguente mais um pouco mais. É uma boa chance de que essa seja a última bandeira vermelha”, disse. Nesta sexta-feira (28), Curitiba registrou Curitiba novos 1 mil casos e 31 mortes pela doença. A ocupação dos leitos de UTI Covid ultrapassa 100%.

Clovis Arns falou na sexta, em entrevista virtual junto com a secretária municipal da Saúde, Márcia Huçulak e diretores de hospitais da capital. “É momento de união. Não podemos achar que saúde é contra a economia. Queremos o bem de todos. Todos nós, como sociedade, precisamos pensar como posso agir melhor, me comunicar melhor. A covid depende de todos nós.”

Momento dramático por causa da covid

O infectologista classificou o momento vivido pela área de saúde da cidade como “dramático”. Mas lembrou que para que as medidas tomadas em Curitiba funcionem é preciso que as cidades da região metropolitana acompanhem as restrições.

“Depende do cidadão, até da região metropolitana. Os prefeitos da Região Metropolitana deveriam adotar medidas semelhantes. Não adianta não ter festa clandestina em Curitiba e os jovens irem para a Região Metropolitana”, explicou.

Além dos empresários, o médico fez apelo também ao restante da população. “Você que está cansado, aguente mais um pouquinho. Acredite em nós. Não temos nem vaga de UTI para oferecer”, apelou.”Todos nós, como sociedade, precisamos pensar como posso agir melhor, comunicar melhor. A covid depende de todos nós”.

Cuidados mantidos após a vacinação

Segundo o infectologista, é importante que as pessoas já vacinadas mantenham os cuidados preventivos. “A mensagem é clara: mesmo você que foi vacinado, mantenha as medidas preventivas. A vacina é 100% eficaz? Não. Mas o risco de ter covid grave diminui muito”, disse.

O presidente da SBI, porém, deixou uma mensagem de esperança: é muito importante comunicar à sociedade que o momento é crítico. Mas temos uma luz no fim do túnel. Temos um porto seguro no fim de ano, a expectativa de que a Pfizer vai fornecer 200 milhões de doses para o PNI. Uma perspectiva de que, no Brasil, possamos ter o que está sendo vivido nos EUA, Inglaterra e Israel. A volta do comércio, indústria e empregos.”

 

Leia também: Bandeira Vermelha: veja o que abre e o que fecha em Curitiba no final de semana

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="767101" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]