Na UTI após covid-19, prefeito reeleito de Campo Largo está em coma induzido

Redação

marcelo puppi, prefeito de campo largo, uti, covid-19, hospital do rocio

O prefeito reeleito de Campo Largo, Marcelo Puppi (DEM), permanece internado na UTI, com ventilação mecânica e em coma induzido. O boletim médico foi atualizado na tarde desta quinta-feira (17) pela prefeitura.

O informe do Hospital do Rocio dá conta de que o político está “hemodinamicamente estável” – ou seja, sem anomalias na pressão arterial-, e que mantém “o tratamento e medicações conforme o protocolo do hospital.

Marcelo Puppi foi reeleito prefeito de Campo Largo nas Eleições Municipais 2020, no dia 15 de novembro, com 39,26% dos votos. Ele recebeu 21.566 votos.

O prefeito de Campo Largo e a esposa, Daniela Corsini Puppi, receberam o diagnóstico positivo para Covid-19 no dia 24 de novembro. Dois dias depois, foram internados.

A primeira-dama deixou o hospital no dia 28 de novembro. No mesmo dia, Marcelo Puppi foi encaminhado para um leito de UTI.

Pelas redes sociais, no dia 20 de novembro, ele havia informado que estava isolado após ter contato com pessoas infectadas no domingo em que foi realizado o primeiro turno das Eleições (15).

De acordo com o boletim da Sesa (Secretaria de Estado da Saúde) divulgado nesta quarta-feira (16), Campo Largo acumulava 5.932, com 116 mortes. Até o momento, 3.800 pessoas se recuperaram e 17 análises suspeitas estão em investigação.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="734956" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]