Mortalidade de gestantes por Covid-19 quase dobra, no Paraná

BandNews FM Curitiba


A taxa de mortes de gestantes por Covid-19 chega a 11%, no Paraná, em 2021. O número quase dobrou em relação ao ano passado, quando era de 6,6%, segundo números do Observatório Obstétrico Brasileiro.

Neste ano, o estado teve 900 casos da doença em grávidas e 107 mortes. Em 2020, foram 286 casos para 19 óbitos. A informação é da BandNews Curitiba.

A médica infectologista, Camila Ahrens (ARRENS) destaca que estar grávida já é um fator de preocupação para a Covid-19. A doença pode causar o parto prematuro e o aborto, além dos riscos respiratórios.

“Pode ter parto prematuro, mal formações….o risco de trombose a própria gestante já tem. A gestante é um fator de risco para a Covid-19”, explicou Camila.

Outra preocupação é transmissão da doença para o feto durante a gestação. A relação não foi encontrada, até o momento, conforme explica a fundadora e diretora executiva da ONG Prematuridade.com, Denise Leão Suguitani.

“Ainda está sendo estudada a transmissão vertical na gravidez, da mãe para o bebê. Durante o aleitamento também, mas não foi encontrada essa relação. É seguro amamentar. A orientação é que a mãe com covid-19 amamente sim o seu bebê, com todas as medidas de segurança”, argumentou Denise.

De um ano para o outro, os casos tiveram aumento 214%. Já o crescimento dos óbitos foi de 463%. Os números do Observatório Obstétrico Brasileiro contabilizam dados do Ministério da Saúde até o dia 03 de novembro. Leia o estudo completo clicando aqui.

Previous ArticleNext Article
em 20 minutos tudo pode mudar
[post_explorer post_id="801919" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]