Paraná prorroga toque de recolher por mais 10 dias

Angelo Sfair

toque de recolher, paraná, governo do paraná, ratinho junior, pandemia, covid, covid-19, coronavírus

Com os casos de coronavírus ainda em níveis alarmantes, o governo do Paraná decidiu prorrogar por 10 dias o toque de recolher noturno, que impede a circulação de pessoas das 23h às 5h, exceto para atividades essenciais, urgências ou emergências.

Além disso, o governo, a partir da Sesa (Secretaria de Estado da Saúde), prevê outras ações de enfrentamento à pandemia. Nesta sexta-feira (29), a taxa média de ocupação dos leitos de UTI do SUS para Covid-19 era de 82%, chegando a 85% na região leste.

+ Leia a íntegra do decreto

O decreto que prorroga o toque de recolher noturno por 10 dias é válido a partir do dia 1º de fevereiro. As medidas de prevenção ao coronavírus podem ser prorrogadas novamente a depender do cenário da pandemia na primeira semana de fevereiro.

Entre os principais pontos avaliados pelo governo do Paraná para decidir quais medidas são necessárias está a taxa de ocupação das UTIs e a capacidade de atendimentos aos pacientes que desenvolvem quadros graves da Covid-19.

No boletim mais recente, atualizado nesta sexta-feira (29), a Sesa registrou aumento de 45 mortes e mais de 3 mil casos novos.

PARANÁ PRORROGA TOQUE DE RECOLHER ATÉ 10 DE FEVEREIRO

O decreto de divulgado hoje (29) é quarta atualização do toque de recolher noturno instituído no Paraná no dia 3 de dezembro de 2020. Além de proibir a circulação de pessoas das 23h às 5h, também é proibida a venda de bebidas alcoólicas.

Além disso, o decreto proíbe confraternizações e eventos para mais de 25 pessoas. Crianças e adolescentes de até 14 anos não entram na conta. Eventos na modalidade drive-in são permitidos, desde que não promovam aglomerações.

A fiscalização do decreto fica a cargo da Sesp (Secretaria de Estado da Segurança Pública), por meio da Polícia Militar, e da Sesa (Secretaria de Estado da Saúde), por meio da Vigilância Sanitária.

Previous ArticleNext Article