Paraná está na 13ª posição de ranking que avalia transparência no combate à Covid-19

Mirian Villa

Curitiba apoia Ministério da Saúde e dá opções para casos leves de Covid-19

O estado do Paraná aparece na 13ª posição de um ranking que avalia a transparência dos governos no combate à Covid-19. Os dados foram divulgados nesta terça-feira (1º) Transparência Internacional.

“Avaliamos como os portais de transparência dos 26 estados, Distrito Federal, das capitais e do governo federal trazem informações sobre contratações emergenciais, doações e medidas de estímulo econômico e proteção social”, explica o portal sobre a avaliação.

RANKING DE TRANSPARÊNCIA NO COMBATE À COVID-19 

A escala de avaliação do ranking de transparência no combate à Covid-19 vai de 0 a 100, em que os mais transparentes são aqueles que se aproximam da nota máxima. O Paraná acumulou 89 pontos, ficando na 13ª posição, com nível de gestão classificado como ‘ótimo’.

Dos estados da região Sul, apenas Rio Grande do Sul ficou na frente dos paranaenses, na 9ª posição, com 96 pontos. O período de coleta dos dados do 4º ranking foi coletado entre os dias 24 e 31 de agosto.

Na última posição, entre os 26 Estados e o Distrito Federal ficou o Acre, com 38 pontos, com gestão avaliada em ‘ruim’. Já a transparência do governo federal ficou avaliada como ‘bom’, com 71 pontos. “Ante a cobrança da sociedade, o governo promoveu melhorias em seu portal e conseguiu oferecer maior transparência a suas ações no enfrentamento da pandemia”, explicou a organização não-governamental.

A Transparência Internacional também realiza um ranking que avalia a transparência no combate à Covid-19 nas Capitais. De acordo com os dados divulgados hoje, Curitiba ficou na 19ª posição, com 83 pontos e nível de gestão avaliado como ‘ótimo’. Florianópolis, em Santa Catarina, e Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, ficaram na frente da Capital paranaense com 89 e 94 pontos, respectivamente.

Nesta última avaliação, a organização não-governamental adotou critérios mais rígidos, além de acompanhar programas de estímulo econômico e medidas de proteção social. Apesar disso, o Governo do Paraná e a Prefeitura de Curitiba melhoraram a pontuação em relação à pesquisa anterior, divulgada em julho.

O Estado passou de 87,3 pontos para 89, subindo uma posição. Já a administração municipal, saiu de 82,2 pontos para 83, caindo duas posições.

RANKING COM OS ESTADOS:

1º ALAGOAS 100 PTS ÓTIMO
1º CEARÁ 100 PTS ÓTIMO
1º ESPÍRITO SANTO 100 PTS ÓTIMO
1º RONDÔNIA 100 PTS ÓTIMO
5º AMAPÁ 99 PTS ÓTIMO
5º MATO GROSSO DO SUL 99 PTS ÓTIMO
7º TOCANTINS 98 PTS ÓTIMO
8º DISTRITO FEDERAL 97 PTS ÓTIMO
9º MINAS GERAIS 96 PTS ÓTIMO
9º RIO GRANDE DO SUL 96 PTS ÓTIMO
11º PERNAMBUCO 95 PTS ÓTIMO
12º MARANHÃO 91 PTS ÓTIMO
13º PARANÁ 89 PTS ÓTIMO
14º GOIÁS 88 PTS ÓTIMO
15º AMAZONAS 87 PTS ÓTIMO
15º BAHIA 87 PTS ÓTIMO
17º MATO GROSSO 85 PTS ÓTIMO
18º SÃO PAULO 82 PTS ÓTIMO
19º PARAÍBA 80 PTS ÓTIMO
19º RIO GRANDE DO NORTE 80 PTS ÓTIMO
21º PARÁ 72 PTS BOM
22º RORAIMA 71 PTS BOM
23º SANTA CATARINA 68 PTS BOM
24º SERGIPE 66 PTS BOM
25º RIO DE JANEIRO 61 PTS BOM
26º PIAUÍ 49 PTS REGULAR
27º ACRE 38 PTS RUIM

RANKING COM AS CAPITAIS:

1º MACAPÁ, AP 99 PTS ÓTIMO
1º VITÓRIA, ES 99 PTS ÓTIMO
1º GOIÂNIA, GO 99 PTS ÓTIMO
1º JOÃO PESSOA, PB 99 PTS ÓTIMO
5º RIO BRANCO, AC 98 PTS ÓTIMO
5º PORTO VELHO, RO 98 PTS ÓTIMO
7º MANAUS, AM 97 PTS ÓTIMO
7º PALMAS, TO 97 PTS ÓTIMO
9º FORTALEZA, CE 96 PTS ÓTIMO
10º BOA VISTA, RR 95 PTS ÓTIMO
11º CAMPO GRANDE, MS 94 PTS ÓTIMO
11º PORTO ALEGRE, RS 94 PTS ÓTIMO
13º BELO HORIZONTE, MG 93 PTS ÓTIMO
14º SÃO PAULO, SP 92 PTS ÓTIMO
15º FLORIANÓPOLIS, SC 89 PTS ÓTIMO
16º RECIFE, PE 86 PTS ÓTIMO
17º NATAL, RN 85 PTS ÓTIMO
18º SALVADOR, BA 84 PTS ÓTIMO
19º CURITIBA, PR 83 PTS ÓTIMO
20º BELÉM, PA 78 PTS BOM
21º CUIABÁ, MT 73 PTS BOM
22º RIO DE JANEIRO, RJ 69 PTS BOM
23º TERESINA, PI 56 PTS REGULAR
24º SÃO LUÍS, MA 52 PTS REGULAR
25º MACEIÓ, AL 51 PTS REGULAR
25º ARACAJU, SE 51 PTS REGULAR

Previous ArticleNext Article