Ponta Grossa descarta 3 mil doses de vacinas da Pfizer por prazo de congelamento

Redação

vacina, coronavírus, covid-19, covid, pfizer, brasil, ministério da saúde, dose de reforço, ponta grossa

O Ministério Público do Paraná investiga o descarte de 3 mil doses de vacinas da Pfizer contra a covid-19 em Ponta Grossa, nos Campos Gerais do Paraná. O caso foi registrado em outubro.

De acordo com a prefeitura, os imunizantes foram descartados após o prazo de 31 dias de congelamento. Segundo a administração municipal, o fato não atrapalhou o plano de imunização.

As 3 mil doses de vacinas da Pfizer representam 0,6% do total recebido por Ponta Grossa. Conforme a prefeitura, as doses não puderam ser remanejadas dentro do prazo de validade.

Os planos nacional e estadual de vacinação contra a covid-19, segundo a prefeitura, não previa o uso da vacina da Pfizer nos grupos em que havia demanda.

Por ser a maior cidade dos Campos Gerais do Paraná, Ponta Grossa também costuma receber doses de vacina próximas do prazo de validade de vários municípios da região.

Na segunda-feira (29), por exemplo, a prefeitura do município recebeu 1.500 doses de vacinas da Pfizer de Piraí do Sul, com validade até sexta-feira (3). Após esse prazo, as doses não utilizadas serão descartadas.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="807838" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]