Coronavírus
Compartilhar

Queiroga retorna ao Brasil após cumprir isolamento nos Estados Unidos

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, retornou ao Brasil na manhã desta segunda-feira (4) depois de receber resultado n..

Folhapress - 04 de outubro de 2021, 11:05

Comissão Parlamentar de Inquérito da Pandemia (CPIPANDEMIA) realiza oitiva do ministro de Estado da Saúde.
A Comissão Parlamentar de Inquérito investiga ações do governo federal no enfrentamento da pandemia e aplicação de recursos da União transferidos para estados, Distrito Federal e municípios para essa finalidade. A reunião acontece no formato semipresencial por decisão do presidente do Senado Federal.À mesa, ministro de Estado da Saúde, Marcelo Queiroga.O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, retornou ao Brasil na manhã desta segunda-feira (4) depois de receber resultado negativo em novo teste de Covid-19 feito nos Estados Unidos
Comissão Parlamentar de Inquérito da Pandemia (CPIPANDEMIA) realiza oitiva do ministro de Estado da Saúde. A Comissão Parlamentar de Inquérito investiga ações do governo federal no enfrentamento da pandemia e aplicação de recursos da União transferidos para estados, Distrito Federal e municípios para essa finalidade. A reunião acontece no formato semipresencial por decisão do presidente do Senado Federal.À mesa, ministro de Estado da Saúde, Marcelo Queiroga.O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, retornou ao Brasil na manhã desta segunda-feira (4) depois de receber resultado negativo em novo teste de Covid-19 feito nos Estados Unidos

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, retornou ao Brasil na manhã desta segunda-feira (4) depois de receber resultado negativo em novo teste de Covid-19 feito nos Estados Unidos, onde cumpriu isolamento há 12 dias.

Queiroga desembarcou na manhã desta segunda no Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo, e deve chegar durante a tarde a Brasília. Ainda não há previsão de quanto o ministro retomará a sua agenda.

Queiroga foi diagnosticado com Covid-19 em 21 de setembro, em Nova York. O ministro fez parte da comitiva brasileira que viajou aos EUA para acompanhar a participação do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) na 76ª Assembleia-Geral da ONU (Organização das Nações Unidas).

Ao todo, quatro pessoas (entre 18) da comitiva testaram positivo: além do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, e um diplomata que ajudou a organizar a viagem, também contraíram a doença.

Os ministros Bruno Bianco, da AGU (Advocacia-Geral da União) e Tereza Cristina, da Agricultura, que não estiveram na viagem, mas que circularam em ambientes nos quais estiveram integrantes da comitiva, também confirmaram que estão com o novo coronavírus.

Na quinta (30), o Ministério da Saúde havia informado ao UOL que Queiroga estava bem e há mais de uma semana sem apresentar sintomas da Covid-19. Esse foi o terceiro teste para Covid-19 feito por Queiroga.

Queiroga já havia recebido as duas doses da vacina contra a Covid-19, mas, com o vírus circulando, há risco de ser infectado. A diferença está em como o organismo de alguém como ele, já imunizado, é atingido pela doença.

O ministro ter pegado a Covid-19 não significa que a vacina não funciona.