Coronavírus
Compartilhar

Saúde programa nova compra de medicamentos para pacientes da covid-19

A Secretaria de Estado da Saúde do Paraná programa uma nova compra de medicamentos de entubação para pacientes com a Cov..

William Bittar - CBN Curitiba - 14 de agosto de 2020, 11:50

CURITIBA, PR, 30.06.2020 - Movimento Centro, Curitiba - CURITIBA ? 30-06-2020 ? MOVIMENTO CENTRO CURITIBA ? Movimento no centro de Curitiba nesta terça-feira (30). Em dia com redorde de casos e óbitos de coronavírus, goveranodor Carlos Massa Ratinho Jr anunciou novas medidas restritivas por causa do avanço da doença no Estado. - (Foto: André Rodrigues/FramePhoto/Folhapress)
CURITIBA, PR, 30.06.2020 - Movimento Centro, Curitiba - CURITIBA ? 30-06-2020 ? MOVIMENTO CENTRO CURITIBA ? Movimento no centro de Curitiba nesta terça-feira (30). Em dia com redorde de casos e óbitos de coronavírus, goveranodor Carlos Massa Ratinho Jr anunciou novas medidas restritivas por causa do avanço da doença no Estado. - (Foto: André Rodrigues/FramePhoto/Folhapress)

A Secretaria de Estado da Saúde do Paraná programa uma nova compra de medicamentos de entubação para pacientes com a Covid-19. Os insumos serão adquiridos para suprir a demanda dos 54 hospitais que fazem parte do plano de atendimento exclusivo aos infectados pela doença.

De acordo com a pasta, o objetivo é garantir que não faltem medicamentos nas unidades, pois, o processo licitatório de compra pelo Governo Federal que inclui todos os estados do país ainda não foi concluído.

Em entrevista recente à CBN Curitiba, o secretário de Saúde do Paraná, Beto Preto, lembrou que o Ministério da Saúde chegou a enviar 100 mil ampolas de relaxantes musculares ao estado, mas que o medicamento ia durar cerca de 12 dias.

"Nós estamos fazendo o acompanhamento para que não deixe faltar remédio nos hospitais da rede que atende covid. E nós estamos acompanhando também aqueles outros hospitais que também atendem urgências e emergências", explicou Beto Preto.

No Paraná, para evitar a falta de medicamentos para o atendimento dos pacientes infectados pelo novo coronavírus, as cirurgias eletivas estão suspensas há mais de 20 dias.

Até esta quinta-feira (13), a taxa de ocupação nas UTIs exclusivas para pacientes da Covid-19 no Paraná era de 74%, segundo a Sesa. A região Leste do estado, que incorpora os municípios de Curitiba, Região Metropolitana e Litoral, é a que apresenta o pior índice com 84% dos leitos ocupados.