Sesa mantém no site documento que orienta uso de cloroquina mesmo após MS recuar

Redação


Mesmo após o Ministério da Saúde retirar do ar o documento que orientava médicos sobre uso da cloroquina, a Sesa (Secretaria de Estado da Saúde) do Paraná mantém em seu site uma nota orientativa em relação ao uso do medicamento como terapia no tratamento de formas graves da Covid-19.

O documento, que foi publicado em agosto de 2020, na gestão de Eduardo Pazuello, foi retirado da página oficial do MS no início de maio, após questionamentos na CPI da Covid-19 sobre o uso de medicamentos que não tem eficácia comprovada em pacientes infectados pelo novo coronavírus.

Em março, a OMS (Organização Mundial da Saúde) concluiu que a cloroquina “provavelmente aumentos os eventos adversos” que levaram à descontinuação do uso do medicamento nos tratamentos contra a Covid-19. Além disso, apontou que a hidroxicloroquina não funciona e que pode causar efeitos adversos.

Apesar do recuo do Ministério da Saúde, a orientação para equipes médicas usarem cloroquina como terapia continua no site da Sesa. No documento consta que eventos adversos foram relatados a longo prazo além de que “a janela terapêutica (margem entre a dose terapêutica e dose tóxica) seja estreita”.

Questionada, a secretaria informou que não recebe mais cloroquina do Ministério desde agosto de 2020 e que a última distribuição para os municípios foi realizada em novembro.

“As notas orientativas do Estado foram respaldadas nas orientações do próprio Ministério da Saúde, as modificações sobre esta nova orientação estão sendo analisadas”, diz a nota enviada ao Paraná Portal.

Secretaria de Estado da Saúde do Paraná mantém no site documento que orienta uso de cloroquina
Sesa mantém no site documento que orienta uso de cloroquina (Reprodução)

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="767596" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]