Coronavírus
Compartilhar

Sputnik V: fabricante ameaça processar Anvisa por espalhar informações falsas

Os desenvolvedores da vacina Sputnik V anunciaram hoje (29) que pretendem processar a Anvisa (Agência Nacional de Vigilâ..

Redação - 29 de abril de 2021, 15:03

Divulgação/RDIF
Divulgação/RDIF

Os desenvolvedores da vacina Sputnik V anunciaram hoje (29) que pretendem processar a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) "por espalhar notícias falsas".

A intenção foi confirmada por uma manifestação do responsáveis pelo twitter oficial da vacina Sputnik V.

“Após a Anvisa admitir que não testou a vacina Sputnik V, pretendemos iniciar um processo de difamação no Brasil contra a agência reguladora por disseminar deliberadamente informações falsas e imprecisas”, diz a nota.

O fato foi mencionado pelo gerente de Medicamentos e Produtos Biológicos da Anvisa, Gustavo Mendes, que disse em entrevista à Rádio CBN que a agência não recebeu amostras da vacina para teste e "não fez teste para adenovírus replicado".

Na segunda-feira (29), a Anvisa não permitiu a importação e uso do Sputnik V no país.

No encontro, que durou mais de quatro horas, foram apresentadas as conclusões dos especialistas da agência e suas opiniões sobre a segurança e eficácia do medicamento russo.

*Com informações da Agência Tass