Sputnik V tem eficácia de 91,6%, apontam resultados publicados na The Lancet

Redação

sputnik v, sputnik v no brasil, sputnik, vacina, covid, covid-19, coronavírus, anvisa, registro, uso emergencial, rdif, fundo russo, fundo russo de investimento direto, união química

De acordo com resultados preliminares publicados na revista científica The Lancet, a vacina contra a Covid-19 Sputnik V, que é desenvolvida pelo instituto Gamaleya, tem eficácia de 91,6% contra o vírus.

Já a eficácia do imunizante em casos moderados e graves foi de 100%. Em idosos, o resultado ficou em 91,8%. O estudo contou com aproximadamente 20 mil participantes. Leia o artigo completo aqui!

Não houve relato de efeitos adversos com a aplicação das duas doses da vacina Sputnik V, somente desconforto no ponto da injeção e sintomas gripais como, por exemplo, fatiga e febre.

É importante lembrar que todos os dados apresentados no estudo clínico foram revisados e validados por outros cientistas antes de serem publicados pela revista científica. No Brasil, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) pede mais informações para liberar o uso emergencial do imunizante.

No total, 40 mil participantes estão sendo acompanhados na Rússia, que iniciou a fase 3 de testes em agosto de 2020. A vacina contra a Covid-19 Sputnik V está disponível para russos desde o início deste ano.

Previous ArticleNext Article