Coronavírus
Compartilhar

Toque de recolher passa a valer hoje à noite em todo o Paraná

O decreto 6.284/2020, assinado pelo governador Ratinho Junior (PSD) ontem, passa a valer em todo o Paraná nesta quarta-f..

Redação - 02 de dezembro de 2020, 13:52

(Jonathan Campos/AEN)
(Jonathan Campos/AEN)

O decreto 6.284/2020, assinado pelo governador Ratinho Junior (PSD) ontem, passa a valer em todo o Paraná nesta quarta-feira (2). O toque de recolher definido só tem exceção para os serviços essenciais, está vetada a circulação de pessoas a partir das 23h até às 5h. A regra vale para todas as cidades, inclusive Curitiba, pelos próximos 15 dias (podendo ser prorrogado). A medida é uma tentativa do governo estadual em conter o avanço do coronavírus.

As atividades essenciais, que podem circular a partir das 23h, são delivery de remédios e comidas, além dos serviços de saúde e segurança pública.

A PMPR (Polícia Militar do Paraná) vai ser ampliar o trabalho de fiscalização e reforçar o trabalho das guardas municipais.

"A Secretaria de Estado de Segurança Pública deverá, durante o período indicado, intensificar operações de fiscalização e orientação, a fim de coibir aglomerações, principalmente aquelas com consumo de bebidas alcoólicas, especialmente entre as 23 horas e 05 horas”, diz um trecho do decreto.

TOQUE DE RECOLHER VALE EM TODO O PARANÁ; CURITIBA PODE TER NOVO DECRETO

O secretário estadual da Saúde Beto Preto afirmou que o decreto do toque de recolher é uma ação para que a população possa ter um Natal mais calmo. Além disso, diz que a velocidade do avanço da covid-19 neste momento faz com que o Paraná vá em direção ao colapso mesmo com a abertura de novos leitos.

"A situação é muito grave. Precisamos deste toque de recolher para quebrar a velocidade de transmissão do vírus. E conscientizar as pessoas para que fiquem em casa", diz ele. "Neste momento o ritmo abertura de leitos no Estado, seja de UTI ou de enfermaria, não consegue mais acompanhar a velocidade dos casos. A expansão de leitos de UTI exclusivos para Covid-19 já se encontra em seu último estágio, havendo falta de recursos humanos, insumos e equipamentos no atual panorama", completa.

O último boletim estadual aponta que o Paraná totaliza 282.645 casos e 6.160 mortes pelo novo coronavírus. Foram mais 5.221 diagnósticos (recorde) e 61 óbitos confirmados ontem (1).

Conforme o painel da transparência, 83% dos leitos de UTIs exclusivos para covid-19 estão ocupados. Dos 1.063 leitos existentes, 185 estão livres. Em Curitiba, a ocupação chega a 91%, de acordo com o boletim municipal. As autoridades da capital paranaense se reúnem na tarde desta terça com prefeitos da Região Metropolitana para tentar definir um novo decreto com outras medidas restritivas.