Coronavírus
Compartilhar

Vacinação pediátrica: 4 em cada 10 crianças de Curitiba não foram imunizadas

Últimos contemplados com a vacina, crianças e adolescentes estão mais expostos ao coronavírus e as internações nesta faixa-etária aumentaram nas últimas semanas

Angelo Sfair - BandNews FM Curitiba - 01 de março de 2022, 13:13

Foto: Daniel Castellano/SMCS
Foto: Daniel Castellano/SMCS

A baixa adesão à campanha de vacinação pediátrica contra a covid-19 preocupa as autoridades de Curitiba. Segundo um levantamento da Secretaria Municipal da Saúde, apenas 60% das crianças de cinco a 11 anos elegíveis para a primeira dose foram levadas aos postos de imunização. As informações são da BandNews Curitiba.

Últimos contemplados com a vacina anticovid, crianças e adolescentes estão mais expostos ao coronavírus e as internações nesta faixa-etária aumentaram sensivelmente nas últimas semanas.

A secretária municipal da Saúde de Curitiba, Márcia Huçulak, reforça que a vacinação pediátrica é fundamental não apenas para evitar mortes, mas também para frear os casos graves e com sequelas.

"Covid em criança é grave, temos visto uma síndrome pós-covid especialmente em crianças, com problemas graves. Importante que toda a população esteja vacinada", adverte.

Numa tentativa de melhorar a cobertura vacinal contra o coronavírus, a Secretaria Municipal de Curitiba mantém abertos os postos de imunização durante o período de Carnaval. As unidades abrem normalmente nesta terça-feira (1°) e na quarta-feira de cinzas (2), das oito da manhã às cinco horas da tarde. Essa também é uma chance para que adultos e adolescentes com doses em atraso coloquem a vacinação em dia.

Embora todos os adultos com 18 anos ou mais já devessem estar elegíveis para a dose de reforço, caso o cronograma de convocação tivesse sido respeitado, existe aqueles que sequer retornaram para a segunda dose. Segundo a prefeitura, 6% dos adultos que iniciaram a imunização não concluíram o esquema vacinal.

A secretária da Saúde, Márcia Huçulak, faz um apelo para que a população se atente ao cronograma e compareça às convocações.

"Nossa equipe faz uma busca ativa desses casos na cidade. Mas a gente conta também com a colaboração dos curitibanos, olhem no aplicativo Saúde Já. Às vezes as pessoas não têm hábito de entrar no aplicativo, e os que não viajaram aproveitem esse período para colocar seu calendário de vacinação em dia", conclui a secretária da Saúde.

Neste período de carnaval, onze unidades de saúde estão abertas para a vacinação contra o coronavírus, das quais nove aplicam os imunizantes para todos os grupos – crianças, adolescentes e adultos. Outras duas unidades funcionam com atendimento específico: a Unidade de Saúde Ouvidor Pardinho vacina a população a partir de 12 anos, incluindo adolescentes e adultos, e a Unidade de Saúde Mãe Curitiba aplica os imunizantes exclusivamente para as crianças de cinco a 11 anos.

A lista completa dos postos de vacinação está disponível no site da campanha Imuniza Já Curitiba.