VÍDEO: Idosa é vacinada contra a covid-19 em Curitiba e relata saudade da bisneta

Redação

idosos vacinadas curitiba

Vera Borges Ribeiro, aos 86 anos, recebeu a primeira dose contra contra covid-19 na Nossa Casa Moradia para Idosos, uma das instituições de longa permanência que receberam profissionais da prefeitura de Curitiba para vacinação de idosos nesta quarta-feira (20). De acordo com a administração municipal, foram 697 pessoas vacinadas em lares espalhados pela cidade.

Em vídeo, ela relatou que está com o coração apertado pelos filhos e falou que sente falta da bisneta.

Outra vacinada é a senhora Marlene Cunha Gomes, de 79 anos, que não vê a família há quase um ano. Ao saber que seria vacinada nesta quarta-feira, disse que ficou ‘louca de alegre’.

“Faz tempo que estou esperando pela vacina. Estou tão alegre porque esperar é cansativo. Mas graças a Deus chegou o dia, estou muito feliz”, afirmou ela, além de prometer abraçar a família.

Outro vídeo obtido pelo Paraná Portal mostra que as equipes da prefeitura de Curitiba foram recebidas com aplausos no local.

MORADIA PARA IDOSOS EM CURITIBA SUSPENDEU VISITA DAS FAMÍLIAS

Desde o dia 16 de março, a instituição fechou totalmente as portas por causa da pandemia de coronavírus. A proprietária da moradia, Paula Gomes Loyola relata as dificuldades nesse período, principalmente por conta da separação dos idosos aos familiares. Segundo ela, o uso da máscara e de capacetes de proteção contra a covid-19 atrapalharam em visitas com a distância recomendada pelas autoridades sanitárias.

“Foram meses muito difíceis porque a gente tinha as portas abertas, as famílias entravam quando elas queriam. Foi um grande choque precisar viver essa separação. Fomos criando alguns artifícios para tentar diminuir o sofrimento. As atividades foram suspensas e os fornecedores não entraram mais”, relembra ela.

“Usamos a chamada de vídeo, fizemos pouquíssimas visitas a distância, que não era efetiva porque o idoso mal reconhecia o familiar com o uso da máscara ou até o uso do escudo. As chamadas já não resolviam mais e as famílias implorando para poder visitar e a gente sendo firme”, completou ela.

Com a vacinação iniciada em Curitiba, Paula afirma que a sensação é de vitória: “A gente pode dizer que vencemos, que aqui na nossa casa o coronavírus não entrou”, finaliza.

Por fim, segundo o último boletim, a capital paranaense acumula 123.701 casos e  2.518 mortes por covid-19.

Previous ArticleNext Article
[post_explorer post_id="740503" target="#post-wrapper" type="infinite" loader="standard" scroll_distance="0" taxonomy="category" transition="fade:350" scroll="false:0:0"]