Dia do Idoso: relacionamentos sociais são essenciais para envelhecimento saudável

Unimed Curitiba – Conteúdo de Marca


O que você tem feito hoje para garantir um envelhecimento mais saudável? Uma análise da fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) mostra que um em cada três idosos no Brasil tem alguma limitação funcional, sendo que diversas dessas limitações poderiam ter sido evitadas se adotássemos hábitos mais saudáveis ao longo da vida. Para a médica cooperada da Unimed Curitiba especialista em geriatria, Taisa Gonçalves de Resende, chegar à velhice é inevitável e faz parte da nossa jornada, mas saber passar por essa fase com saúde é a chave da longevidade. Por isso, em meio à pandemia do novo coronavírus, em que o isolamento e o distanciamento físico têm sido essenciais para diminuir as chances de contágio pela doença, é importante encontrar uma forma segura de manter os relacionamentos sociais, mesmo que de forma remota.

“Cuidar da alimentação e do sono, fazer exames preventivos e ter uma rotina de acompanhamento médico, tomar bastante água e fazer atividade física regular são pontos-chave para um envelhecimento saudável. Esses cuidados fazem toda a diferença e trarão muitos benefícios quando a terceira idade chegar. Mas muito além dos cuidados com a saúde física, é mais do que fundamental cuidar da mente”, afirma a geriatra.

Estudos comprovam que os laços de relações sociais com amigos e familiares são mais do que necessários para idosos, uma vez que relacionamentos podem ajudar na prevenção da depressão e do sedentarismo e auxiliar na garantia do bem-estar. “As pessoas que envelhecem melhor são as pessoas que tem mais relação social, pois ela traz diversos benefícios para a saúde”, explica. Isso porque, ao chegar na velhice, é muito comum que as pessoas se sintam mais sozinhas e percam o interesse em atividades que antes eram significativas para elas. Nessa etapa, o convívio social faz toda a diferença, pois ele pode fazer com que o idoso se sinta mais alegre e entusiasmado, aumentando sua disposição e vontade de realizar tarefas. “Em tempos de COVID-19, sabemos que a rotina social mudou completamente por causa do distanciamento físico necessário. Uma boa alternativa é apostar nas plataformas digitais para estar em contato com amigos e familiares”, explica a médica cooperada.

Uma dica para manter contato por meio de plataformas remotas é criar uma rotina com horários fixos para os encontros online e ter ideias de ligações interativas, como um jantar online, por exemplo, no qual todos os participantes cozinham em suas casas e depois conversam no horário da refeição. Existem, também, diversos grupos online de leitores e amantes de filmes, que se reúnem em ligações em grupos para conversar sobre peças do cinema ou da literatura. Além disso, é possível realizar exercícios físicos de forma remota. Os beneficiários da Unimed Curitiba, por exemplo, contam com essa ação por meio do programa Vida Saudável, destinado a pessoas mais de 60 anos, em que um educador físico realiza atividades em casa, respeitando o limite de cada um. O mais importante de tudo é buscar atividades que tragam prazer e motivação, pois o envelhecimento não deve ser empecilho para fazer aquilo que traz sentido a sua vida. O objetivo desse programa é trazer melhorias em aspectos físicos, mentais e sociais. Os encontros são recorrentes e online via Zoom com os educadores físicos da Unimed Curitiba, que trabalham uma série de componentes da aptidão física voltas à saúde, prevenção e ao tratamento de doenças, como mobilidade articular, alongamento, resistência, força, coordenação, equilíbrio, respiração e relaxamento. Confira mais informações e se inscreva clicando aqui!

Além disso, para auxiliar os idosos em isolamento e estimular a atividade física e o convívio social, a Unimed Curitiba tem divulgado diversos materiais e criado iniciativas para se manter próxima. Uma delas é a série “Unimed Curitiba em casa com você”, com vídeos que foram lançados no YouTube e que trazem exercícios físicos moderados para serem feitos regularmente sem sair de casa. Clique aqui, assista ao primeiro vídeo e movimente o seu corpo conosco!

Ademais, a Unimed Curitiba lançou um informativo contendo 13 dicas para facilitar o isolamento físico dos idosos, apresentando formas de ser criativo em casa e como manter relacionamentos sociais saudáveis durante o distanciamento. Clique aqui e confira a cartilha, também disponível no Portal Unimed Curitiba.

Previous ArticleNext Article