Pandemia da COVID-19 afetou a rotina de consultas pediátricas e a imunização infantil

Unimed Curitiba – Conteúdo de Marca


Confira as consequências no Diálogo Saudável da Unimed Curitiba

Desde o início da pandemia do novo coronavírus, pessoas de todas as idades tiveram suas rotinas completamente alteradas e replanejadas, inclusive crianças e adolescentes. É o que apontou uma pesquisa divulgada recentemente pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) e pela Febrasgo (Federação Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia). Para os resultados, foram entrevistados pediatras e ginecologistas de todos os estados do Brasil e do Distrito Federal entre os dias 20 de julho e 16 de agosto de 2020. Dos pediatras brasileiros entrevistados, 73% disseram que crianças não estão sendo vacinadas por causa da pandemia e 88% afirmaram que elas estão apresentando alterações comportamentais com frequência. Já entre ginecologistas, mais de 80% disseram que as gestantes têm medo de contraírem o vírus nas consultas de pré-natal, o que tem as impedido de comparecerem ao consultório. Essa atitude pode ocasionar consequências negativas ao longo da gravidez, uma vez que o acompanhamento médico está sendo postergado.

Atenta às necessidades de seus públicos e buscando incentivar o cuidado recorrente e promover o bem-estar, a Unimed Curitiba convidou os pediatras cooperados Silmara Aparecida Possas e Victor Horácio de Souza Costa Junior para participarem de um bate-papo com a jornalista Mira Graçano na edição de setembro do Diálogo Saudável. No vídeo, os especialistas falam sobre a importância do acompanhamento médico em meio à pandemia e alertam sobre os riscos de adiar consultas e atrasar a vacinação. Nesta coluna, elencamos as principais informações sobre o assunto para te ajudar a cuidar ainda melhor dos pequenos!

Os mil dias de ouro

O acompanhamento médico nos primeiros 1000 dias de existência do ser humano é mais do que necessário para garantir o bom desenvolvimento da criança. Do início da gravidez até os dois anos de idade, os chamados “mil dias de ouro” são essenciais para diagnosticar precocemente possíveis problemas de saúde que, se tratados nessa fase da vida, podem prevenir situações de reinternamento após o nascimento, tomar cuidados para evitar lesões futuras prevenir complicações mais graves até o fim da vida do indivíduo.

Antes mesmo dos mil dias de ouro, o acompanhamento ideal e mais recomendado pela pediatra Silmara é que toda mulher que deseje ter um filho procure um médico especialista antes de apresentar teste positivo. “Dessa forma, a mulher pode preparar seu corpo para gestacionar futuramente. Esse é um acompanhamento que tem sido perdido com as novas gerações, mas que faz toda a diferença durante a gestação da mamãe de primeira ou de outras viagens”, afirma.

A importância da rotina com o pediatra

O pediatra é um especialista que deve ser consultado frequentemente, pois o ideal é que a criança seja acompanhada durante a normalidade do seu crescimento. O que tem se visto na quarentena é a diminuição dessas consultas rotineiras por medo de contração do coronavírus, o que pode levar à falta de diagnóstico antecipado e à automedicação em casa. O pediatra Victor comenta como essa atitude e a desvalorização dos sintomas apresentados pela criança são alarmantes em tempos atuais. “Ultimamente, temos visto mais quadros de meningites, pneumonias e até mesmo apendicites que poderiam ter sido antecipadamente diagnosticados com uma simples consulta de rotina”, comenta. Essas doenças, se precocemente reconhecidas e tratadas por um pediatra, podem até mesmo salvar a vida da criança.

O especialista reforça que esse acompanhamento com o pediatra deve ser continuado, já que os consultórios e hospitais estão tomando todos os cuidados necessários para manter a segurança dos pais e filhos. “A limpeza é regular nos espaços de tempo entre uma consulta e outra, sem contar que existem fluxos de entrada específicos para crianças com síndrome respiratória e crianças que não apresentam síndromes”, divide. A pediatra Silvana também reforça a mensagem e contraindica a ida de diversas pessoas aos consultórios e hospitais para evitar gerar aglomerações. “Recomendamos, também, que apenas um acompanhante vá com a criança à consulta, com exceção do recém-nascido, que pode ser acompanhado pelo pai e pela mãe juntos”, afirma.

Outro pronto que vale ressaltar é a importância da atualização da cartela de vacinas da criança. Tradicionalmente, a cobertura nacional de vacinação não atinge níveis muito elevados, mas as taxas caíram mais ainda em época de pandemia. “É muito importante realizar as vacinas do calendário para que a criança fique mais protegida contra outras doenças, além do próprio coronavírus. São muitas as doenças que estão atingindo crianças desprotegidas nessa quarentena”, afirma o pediatra Victor.

Fique atento às mudanças de comportamento

A pediatra Silvana comenta que crianças são como esponjas, absorvem coisas e aprendem rapidamente, ainda mais se estão confinadas em sua residência. “O ambiente familiar está alterado e as crianças sentem toda a preocupação que aflige seus pais. Isso pode resultar em distúrbios comportamentais e levar à atitudes mais agressivas, melancólicas ou agitadas”, afirma a especialista. Por isso, em casa, é importante que os pais permaneçam atentos ao primeiro sintoma apresentado pela criança ou adolescente. “Ao observar qualquer sintoma físico como febre ou algum comportamento diferente do habitual, entre em contato com seu pediatra ou leve ao pronto atendimento infantil”, comenta o pediatra Victor. Os principais sinais de alerta que merecem atenção são mais sonolência que o normal, dificuldade de concentração, sono intranquilo e gula. Além disso, recomenda-se que os pais expliquem aos filhos que todos estão passando por um momento muito delicado e fora do comum, além de desprender esforços para participar mais ativamente da vida escolar das crianças e brincar mais diariamente.

Assista ao Diálogo Saudável especial sobre pediatra

Confira essas dicas e muito mais informações sobre pediatria na pandemia na edição especial do Diálogo Saudável, lançada no dia 15/09, Dia do Cliente (15/9), que contou com a presença dos especialistas cooperados da Unimed Curitiba e com a mediação do bate-papo pela jornalista Mira Graçano.

Assista ao vídeo abaixo, também disponível no canal do YouTube da Unimed Curitiba, e cuide da saúde da sua família!

Previous ArticleNext Article