Pandemia do novo coronavírus exige mudança de hábitos e revela um novo estilo de vida

Unimed Curitiba – Conteúdo de Marca


Entre os efeitos marcantes da pandemia do novo coronavírus, seja no âmbito pessoal ou profissional, fica marcada a preocupação com as pessoas. Lidar com uma questão global, que impacta a vida de todos, traz à luz reflexões sobre comportamentos e hábitos. Para passar pelo momento de forma leve, buscando minimizar os efeitos da nova rotina que se estabelece mundialmente, cabe ressaltar a importância do autocuidado.

Nesta fase de quarentena, um dos grandes cuidados diz respeito à alimentação, especialmente para não deixar de comer corretamente e evitar saídas desnecessárias ao supermercado. Nutricionistas que atuam na Unimed Curitiba sugerem que, antes de elaborar a lista de compras da semana, seja definido o cardápio, analisando os hábitos alimentares, que devem contemplar o que a pessoa gosta de comer, o que é saudável e o que te faz feliz enquanto come. Afinal, além de saudável, a alimentação precisa ser prazerosa.

Para facilitar na organização, confira algumas dicas dos nutricionistas para não descuidar do planejamento alimentar nesse período:

  • Planeje a quantidade para evitar desperdícios, de alimento e de dinheiro. Antes de elaborar a refeição, analise se ela será uma porção individual, uma refeição familiar ou uma quantidade maior, pensando em porções extras para congelamento.
  • Lembre-se que praticamente todos os alimentos podem ser congelados, facilitando a rotina, especialmente para quem está trabalhando de casa, em home office. Carnes, feijões e legumes cozidos são algumas opções. Para as preparações quentes, deixe o alimento “al dente”, assim, com o aquecimento ele alcançará a consistência ideal.
  • Aproveite totalmente os alimentos. O pão caseiro, por exemplo, pode ser consumido por três dias na sua consistência normal, se tiver sobra depois deste período, ele pode ser fatiado e colocado no forno para fazer torrada. Caso sobrem algumas torradas, elas também podem ser reaproveitadas, virando farinha de rosca após serem trituradas no liquidificador.

Com as análises de cardápio, quantidade e período, é possível preparar a lista do supermercado para facilitar e agilizar o período de compra. E, ao chegar em casa com as compras, os nutricionistas têm mais algumas dicas: deixe os alimentos previamente higienizados, como é o caso das folhas e frutas, que podem ficar na geladeira prontos para o consumo. Isso ajuda a prevenir a transmissão de algumas doenças.

No caso do novo coronavírus, o risco da transmissão está na forma como eles são manipulados e servidos e nas suas embalagens. Por isso, ao trazer ou receber compras do mercado passe um pano com álcool 70% na embalagem dos produtos industrializados, como pacote de arroz, caixa de leite, entre outros.

Vale lembrar que embalagens bem vedadas, como enlatados, podem ser lavadas com água e sabão diretamente na pia e, para higienizar frutas e verduras, é recomendado lavá-los com água e uma escovinha ou esponja exclusivas para esta finalidade, para retirar a sujeira visível a olho nu. As frutas com casca não devem ser descascadas até o momento do consumo. As verduras devem ser colocadas de molho em uma bacia com um litro de água filtrada e uma colher de sopa de água sanitária (ou hipoclorito de sódio, conforme orientação do fabricante) durante 15 minutos e, em seguida, devem ser enxaguadas em água corrente.

Caso o delivery seja uma opção, lave bem as mãos ao receber alimentos prontos, retire-os da embalagem externa e lave novamente a mão antes do consumo.

Além disso, é muito importante lembrar que uma alimentação saudável ajuda a manter sua imunidade alta, o que reduz as chances de desenvolver doenças. Para tornar esses momentos mais tranquilos, a Unimed Curitiba convidou a nutricionista Aline Mazetto, do setor de Promoção à Saúde, para dar dicas sobre como podemos nos alimentar melhor durante a pandemia.

É tempo também de cuidar da sua alimentação! 

Previous ArticleNext Article