Grande Curitiba e Litoral
Compartilhar

Corrente Cultural de Curitiba movimenta feriado

Com CBN CuritibaComeça nesta segunda-feira (14) e segue até o dia 20 de novembro a Corrente Cultural de Curitiba...

Andreza Rossini - 14 de novembro de 2016, 12:00

Com CBN Curitiba

Começa nesta segunda-feira (14) e segue até o dia 20 de novembro a Corrente Cultural de Curitiba. Neste ano o foco vão ser os artistas locais e uma homenagem ao dia da Consciência Negra, celebrado justamente no dia 20 de novembro, último dia do evento. A data faz referência à morte de Zumbi, em 1695, líder do Quilombo dos Palmares, situado entre os estados de Alagoas e Pernambuco. Sua história é lembrada como símbolo de luta e resistência negra.

Em 2016, segundo a Fundação Cultura de Curitiba, não foi aberto edital para a contratação de bandas, o que acontecia desde 2013. Os gastos, estimados em 20 mil reais, ficarão limitados ao pagamento de infraestrutura, como palcos, banheiros, luz e som.

Entre os destaques desta edição, está o projeto Afro Arte, que fará terá debates, oficinas, cursos, gastronomia e a música do grupo Paranambuco. Entre as atrações musicais as cantoras e compositoras Karol Conka, Tássia Reis e Janine Mathias, que se apresentam juntas, sábado, na Boca Maldita. Já na Rua São Francisco, no Edíficio Tijucas e na Boca Maldita, locais da cidade que vem se tornando ponto de encontro dos curitibanos, estruturas foram montadas para receber apresentações de artistas como Conde Baltazar, Trombone de Frutas, Gripe Forte, entre outros nomes.

Linha preta

Um dos destaques da Corrente Cultural deste ano é a Linha Preta, uma atividade que proporciona um passeio pela história da população negra de Curitiba, percorrendo pontos turísticos no centro da cidade, em um trajeto que pode ser realizado a pé. Esse projeto foi pensado durante o II Congresso de Pesquisadores Negros da Região Sul (Copene Sul), evento organizado pelo núcleo de Estudos Afro-Brasileiros da UFPR.

O roteiro tem no trajeto 13 pontos da cidade, entre eles as Ruínas de São Francisco, a Igreja do Rosário, a arquitetura do Largo da Ordem, a Praça 19 de Dezembro (com as suas estátuas de feições negras) e o Memorial Africano.

A Festa do Rosário, tradicional da Igreja do Rosário dos Homens Pretos de São Benedito, também é parte da programação da Corrente. Um palco será montado em frente à Catedral, com música e celebrações.

Interiores

Um diferencial dessa programação serão as mudanças do roteiro, que possibilitam também explorar o interior de museus, galerias de arte, prédios históricos, teatros e outras instalações. A Corrente Cultural movimenta a cidade com suas atrações até o dia 20 de novembro.

A programação completa está no site da Fundação Cultural de Curitiba.