Grande Curitiba e Litoral
Compartilhar

Curitiba testa wi-fi e carregador de celular em ônibus

A Urbanização de Curitiba (Urbs), empresa responsável pelo transporte público da capital, está testando o wi-fi e carreg..

Mariana Ohde - 06 de novembro de 2016, 11:39

A Urbanização de Curitiba (Urbs), empresa responsável pelo transporte público da capital, está testando o wi-fi e carregadores de celular na linha Santa Cândida/Capão Raso. A novidade está disponível no biarticulado GE 720 e faz parte da modernização da frota definida com a revisão do manual de especificação que integra o contrato com as empresas operadoras.

O teste está sendo feito a pedido das próprias empresas que operam os veículos, uma vez que, quando voltarem a comprar ônibus, estes terão que ter obrigatoriamente os novos acessórios.

No GE 720 estão instalados dois modens para acesso à internet e 37 tomadas com entrada USB.

Iniciado em setembro, o teste tem registrado, em média, 40 acessos à internet por viagem. Os equipamentos foram instalados em setembro. A previsão é de seis meses para avaliação final do desempenho.

Não há custo para o município ou para o usuário do transporte coletivo. A qualidade do sinal e desempenho dos equipamentos são acompanhados pela Urbs e, na sequência, serão avaliados por uma equipe da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR).

A tecnologia utilizada é cedida pela empresa Plenatec, de Caxias do Sul, polo de produção de carrocerias de ônibus.

O número de tomadas USB será variável de acordo com o tipo de ônibus e será definido na planta da carroceria, submetida à aprovação da Urbs quando o veículo é encomendado na montadora.

Além dos ônibus, o usuário do transporte coletivo também terá acesso gratuito à internet nos terminais. O serviço foi disponibilizado em setembro no Terminal Capão Raso e estará em outros cinco terminais até o fim deste ano. O cronograma elaborado na atual gestão prevê a disponibilização de wi- fi em todos os terminais nos primeiros meses do ano que vem.

Projeto atrasado

Em 2013, as empresas de ônibus conseguiram na Justiça uma liminar que suspendeu a compra de novos veículos. A Urbs recorreu ao STF e o processo ainda está em tramitação. Por isso, a tecnologia, que deveria ter sido disponibilizada antes, está sendo instalada agora.

Mais mudanças

A revisão do Manual garantiu outras novidades, como os ventiladores elétricos de alta vazão para melhorar a circulação de ar, câmeras de monitoramento interno e porta mochila, entre outras.

Além das câmeras internas, os biarticulados terão câmeras de apoio ao motorista, instaladas nas portas. Três biarticulados já circulam com câmeras nas portas, medida que, embora não seja percebida pela maioria dos usuários, tem merecido elogios dos motoristas.

As imagens captadas pelas câmeras são visualizadas pelo motorista no painel quando o ônibus está com velocidade de até 10km/h ou estiver parado. Isso significa que ele tem apoio visual na manobra de parar o ônibus na estação para encaixe das plataformas e pode observar o movimento de passageiros nas cinco portas no embarque e desembarque. O objetivo da obrigatoriedade dessas câmeras é oferecer melhores condições ao condutor, o que significa mais segurança ao passageiro.

Manual

Disponibilizado no site da Urbs, o Manual de Especificação é um dos documentos que integram o contrato de operação do transporte coletivo firmado em 2010 com os consórcios Pontual, Pioneiro e Transbus. Por determinação contratual, só podem ser incorporados à frota veículos que atendam a todas as especificações definidas pela Urbs.

O documento especifica todos os itens que compõem o ônibus, de adesivos, sensores semafóricos e campainhas, a caixas de rodas, sanfonas, limitadores de velocidade, pneus, freios, características mecânicas, etc, ilustrados por mapas, plantas e desenhos.

Você encontra o Manual de Especificação completo no site da Urbs.