Grande Curitiba e Litoral
Compartilhar

Ingressos para UFC em Curitiba começam a ser vendidos dia 30

Na primeira visita técnica nessa quinta-feira (10) à Arena, em Curitiba, o presidente do UFC Brasil, Giovani Decker, gar..

Redação - 11 de março de 2016, 12:00

Na primeira visita técnica nessa quinta-feira (10) à Arena, em Curitiba, o presidente do UFC Brasil, Giovani Decker, garantiu que o estádio vai poder receber até 45 mil pessoas no UFC 198, no dia 14 de maio, com a defesa de cinturão de Fabricio Werdum nos pesos-pesados. Será o maior evento já realizado no Brasil e o 3° em todo o mundo.

maioresA capital paranaense será a 12ª cidade a receber um evento da organização no país, mas somente a 2º com defesa de cinturão. “A vinda a Curitiba tem várias simbologias. É uma das capitais históricas do MMA, é a primeira vez que a gente traz para um estádio de futebol e também a primeira vez com disputa de cinturão fora do Rio”, comentou Decker.

Segundo o presidente do UFC Brasil, serão 42 mil ingressos à venda — e outros 3 mil para os patrocinadores. “Vamos perder alguns pontos lá em cima por causa do telão, mas vamos ganhar 5 mil pontos no campo”, disse. O preço dos ingressos para o evento também será menor do que o usual. Em agosto passado no UFC 190 (defesa do cinturão de Ronda Rousey contra Bethe Pitbull) na HSBC Arena, no Rio, as entradas mais baratas custaram R$ 300 inteira e R$ 150 a meia.

Ingressos

“Vai ser mais barato que isso”, afirmou Decker. O martelo sobre os valores será batido nos próximos dias e até o dia 15 ou 16 serão divulgados. A venda, no entanto, vai começar somente no dia 30 deste mês pelo site www.livepass.com.br.

Em Curitiba a comercialização também vai acontecer em pontos físicos. Presente no lançamento do evento, o presidente do Conselho Deliberativo do Atlético, Mario Celso Petraglia, está seguro do sucesso em maio. “A cidade tem o DNA do esporte. Nós estamos planejando termos um grande card aqui em Curitiba a cada dois anos”, declarou.

Decker seguiu a mesma linha de Petraglia. “Vai de-pender da resposta do público, mas estou superotimista. Tenho certeza que vai lotar a Arena e acredito que nos próximos anos va-mos ter mais eventos aqui”, concluiu.