Grande Curitiba e Litoral
Compartilhar

Oficina de Música de Curitiba é oficialmente adiada

O prefeito eleito Rafael Greca (PMN) informou que a 35ª edição da Oficina de Música de Curitiba será adiada. O evento es..

Mariana Ohde - 22 de dezembro de 2016, 07:54

O prefeito eleito Rafael Greca (PMN) informou que a 35ª edição da Oficina de Música de Curitiba será adiada. O evento estava marcado para o período entre 7 e 29 de janeiro de 2017, porém, houve impasses a respeito do orçamento disponível para sua realização.

Segundo Greca, a Oficina será realizada "quando for possível", mas a ideia inicial é fazer uma tentativa em julho. As declarações sobre o adiamento do evento foram feitas durante o anúncio dos novos secretários municipais da capital.

Impasses sobre a Oficina

O prefeito eleito pediu a suspensão do evento no início de dezembro alegando que a atual gestão não havia repassado informações sobre o evento, incluindo o orçamento. Na época, Greca chagou a fazer uma publicação no Facebook alegando que a cidade teria outras prioridades, como a saúde, ponto que voltou a defender nesta quarta-feira. "Enquanto houver dor em espaço público não atendida, não pode haver música", disse, relembrando que sua prioridade é a saúde.

Após o pedido de suspensão, o atual prefeito, Gustavo Fruet (PDT), determinou a manutenção da Oficina. Segundo Fruet, “o evento é importante para a cidade e que nunca deixou de ser realizado, mesmo em momentos de dificuldades financeiras”. Porém, como Greca assume no dia 1º de janeiro, cabe a ele a decisão.

Repasses

Até agora, a prefeitura já havia repassado R$ 420 mil para a realização do evento.O orçamento inicial foi reduzido de R$ 1,7 milhão para R$ 1,3 milhão, valor que seria pago em duas partes, uma este ano e outra após a realização do evento, em uma tentativa de manter a programação. O repasse de janeiro está previsto na projeto da Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2017 e o restante, segundo a prefeitura, seria arrecadado através do Instituto Curitiba de Arte e Cultura (Icac), com os ingressos e inscrições, da Lei Rouanet e patrocínios.

As inscrições da Oficina terminaram no dia 27 de novembro e cerca de 1.100 pessoas, entre elas 113 estrangeiros, estavam inscritas para as oficinas. Segundo a prefeitura, todos os inscritos serão ressarcidos através da ferramenta Pague Seguro, independentemente de solicitação. Este processo será encerrado até a primeira semana de 2017. O Icac estará de plantão sanando dúvidas através do e-mail oficinademusica@fcc.curitiba.pr.gov.br. O Icac também vai tratar dos contratos de pré-produção, que incluem passagens aéreas, espaços para eventos, entre outros.

Em nota, a prefeitura também lamentou o adiamento. "Sabendo do impacto negativo e irremediável que o cancelamento da Oficina traz à cidade, o Icac, a Fundação Cultural de Curitiba e a Prefeitura Municipal lamentam o posicionamento do próximo prefeito. Contudo, reiteram que tomaram todas as medidas cabíveis até o momento, e que continuar a produção da Oficina com o clima de incerteza gerado nos últimos dias acarretaria em mais prejuízo ao evento".