camara municipal
Compartilhar

Chuva: 15 permanecem desabrigados e escolas suspendem aulas em Curitiba

A Defesa Civil e a Guarda Municipal de Curitiba atenderam a 103 ocorrências, com dez vistorias emergências em Curitiba, ..

Andreza Rossini - 05 de março de 2018, 12:42

A Defesa Civil e a Guarda Municipal de Curitiba atenderam a 103 ocorrências, com dez vistorias emergências em Curitiba, além 120 registradas pelo Corpo de Bombeiros, após as intensas chuvas que atingiram cerca de 1.500 pessoas na capital, entre a noite de sábado (3) e a manhã de domingo (4).

Nesta segunda-feira (5), quinze pessoas permanecem desalojadas e estão em casas de parentes. De acordo com a Defesa Civil, não há desabrigados. No total, 300 casas foram danificadas.

O funcionamento das unidades da rede municipal de ensino do CMEI Santa Quitéria e Uberlândia e das escolas municipais Arapongas e Dario Vellozo vão ficar prejudicadas por alguns dias, segundo a administração municipal. Os alunos foram dispensados. A Escola CEI do Expedicionário não abriu na manhã de hoje e a CMEI Uberlândia volta a atender na próxima quarta-feira (7).

Em relação ao CMEI Barigui I, as crianças serão atendidas na unidade ao lado, que é o CMEI Hugo Peretti. E as crianças do CMEI do Ubatuba serão atendidas no CMEI Paquetá.

Chuva

A chuva concentrada atingiu as bacias do Rio Barigui, na Regional CIC, e do Rio Belém, na Regional Portão. Os bairros onde foram registrados alagamentos foram Pinheirinho, Bairro Novo, Fanny, CIC, Boa Vista, Portão, São Lourenço, Água Verde, Hauer e Rebouças.

As áreas críticas foram ocupações irregulares no Parolin e Vila Barigui e áreas ribeirinhas da CIC. De acordo com a prefeitura, as duas bacias hidrográficas estão recebendo importantes obras de macrodrenagem da Prefeitura para conter as cheias. Este trabalho é feito por seções nos rios, ou seja, é segmentado, o que dá a falsa impressão de que, em alguns trechos, a obra está parada.

Volume

A média histórica de chuvas para o mês de março, segundo o Simepar, é de 140 milímetros. Das 19h30 às 20h do último sábado choveu 38,4 mm. E nas 12h de chuva intensa (sábado e início de domingo) foram 70.2mm, portanto metade do previsto para todo o mês.

As chuvas causaram alagamentos, danos na estrutura de residências, quedas de muros/construções e quedas de árvores. Também ocorreram cinco situações de desmoronamentos e quedas de árvores nos bairros Alto da XV, Novo Mundo, Portão e São Lourenço.

Doação de alimentos

A Prefeitura vai distribuir mais 9,1 toneladas de alimentos, em caráter emergencial, para as famílias afetadas pelas fortes chuvas do fim de semana. A Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento (Smab) enviará para a Fundação de Ação Social (FAS), até o fim desta segunda-feira (5/3), outras 700 cestas com oito itens (açúcar, arroz, feijão, macarrão, molho de tomate, sal, café e óleo). A Smab já tinha encaminhado para a FAS, no domingo (4/3), 100 cestas de alimentos, que totalizavam 1,3 tonelada.