Com covid-19 em alta, Curitiba prorroga suspensão das aulas até 31 de agosto

Rafael Nascimento

Prefeitura de Curitiba recua e suspende atividades extracurriculares em escolas particulares

Por conta da pandemia da covid-19, a Prefeitura de Curitiba prorrogou a suspensão das aulas presenciais na rede municipal de educação até 31 de agosto.

O decreto nº 958, publicado na última sexta-feira (24) estabelece a suspensão das atividades presenciais nas 185 escolas, 230 Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) e 95 creches entre os dias 3 e 31 de agosto.

Até então, a Prefeitura trabalhava com a possibilidade de retorno presencial das aulas para o dia 2 de agosto, o que não será possível diante do atual cenário do coronavírus na cidade.

De acordo com dados da Secretaria Municipal da Educação, a Capital conta com cerca de 145 mil estudantes na rede municipal.

VIDEOAULAS NO YOUTUBE

Desde o início de abril, a Prefeitura de Curitiba oferece aulas virtuais por meio da plataforma YouTube. Na TV Escola Curitiba,crianças e estudantes da rede municipal de ensino tem acesso a conteúdos pedagógicos durante o período restritivo.

O conteúdo do canal, que conta com 96,3 mil inscritos, é desenvolvido e ministrado por professores da rede municipal, de acordo com a grade curricular da pré-escola, do 1º ao 5º Ano do Ensino Fundamental e da Educação para Jovens e Adultos (EJA). 

Para estudantes do 6º ao 9º ano do Fundamental, o conteúdo é o produzido pelo Governo do Estado.

RETORNO INCERTO NA CAPITAL

De acordo com a Prefeitura Municipal de Curitiba, o efetivo retorno das aulas presenciais na cidade ainda será analisado. A Secretaria Municipal da Educação emitirá uma instrução normativa com todo o regramento de higienização e demais orientações para escolas e CMEIs, no momento oportuno.

As aulas estão suspensas na Capital desde o dia 23 de março.

Previous ArticleNext Article