De olho no futuro
Compartilhar

O Valor do Tempo

Ontem falei em empreender para ser livre e dono do seu tempo. Pois é, o bem mais precioso que alguém pode ter não..

Renato Follador - 10 de junho de 2020, 17:25

Ontem falei em empreender para ser livre e dono do seu tempo. 

Pois é, o bem mais precioso que alguém pode ter não é ouro, dólar ou imóveis. É tempo.

E sabem por quê? Porque ele é finito. Porque vai chegar o dia em que nosso tempo acabou. A única certeza da vida.

Agora, todos, sem exceção, têm o seu tempo para negociar.

Aqueles que trabalham, o vendem para seu patrão. Este, por sua vez, compra tempo dos empregados, com salário, porque ele mesmo não teria tanto tempo para realizar todas as tarefas.

No começo da carreira nosso tempo é barato e aí procuramos formas de valorizá-lo, com faculdade, curso de línguas, especializações, MBAs e outras qualificações. Para vendê-lo mais caro. 

Agora, por que vendemos tempo hoje? Vendemos tempo em troca de dinheiro para fazer coisas que gostamos como: viajar, comer, passear e comprar. E quando fazemos uma compra parcelada, então, é o nosso tempo futuro que estamos vendendo. E é por isso que tanta gente acaba presa a um trabalho que não gosta ou deixando de aproveitar o tempo como gostaria.

Mas há uma outra razão de vendermos nosso tempo atual a nossos patrões: é poder comprar tempo futuro. 

É, aposentadoria é o tempo futuro comprado para o utilizarmos lá na frente como quisermos. Para fazermos o que amamos, sem precisar trabalhar. 

 

Acompanhe meus comentários diários também nas redes sociais @orenatofollador e nos Podcasts da Apple, Spotify e Deezer.