Bayer se junta à CureVac na produção de vacina contra covid-19

Redação

Bayer se associa à Curevacc

A indústria químico-farmacêutica alemã Bayer anunciou nesta quinta-feira (7), que está se associando à também farmacêutica alemã CureVac para a apoiar no desenvolvimento da sua vacina contra a covid-19. Atualmente, essa vacina está na última fase de testes clínicos. A Curevac quer produzir até 300 milhões de doses da vacina em 2021 e até 600 milhões em 2022.

No comunicado oficial do acordo, a Bayer informa que “contribuirá com seu conhecimento especializado e infraestrutura estabelecida em áreas como implementação de estudos operacionais, tarefas regulatórias, atividades de farmacovigilância, informações médicas e serviços de cadeia de suprimentos e suporte em países selecionados”. Os valores envolvidos na parceria não foram informados.

A vacina da Curevac, CVnCoV, usa a tecnologia de mRNA, que instrui o corpo humano a ativar seu próprio mecanismo de defesa. Na CVnCoV, “programamos o mRNA para servir como um manual de instruções para a produção da proteína spike, uma proteína chave no desenvolvimento da vacina Covid-19. Depois de injetar a vacina, o corpo reconhece a proteína como algo estranho e ativa suas células imunológicas para produzir anticorpos e células T contra ela. Desta forma, imitamos a infecção viral natural e ativamos o sistema de defesa do corpo”, explica a Curevac no seu site oficial.

 

Bayer vai fornecer “suporte significativo”, diz executivo

“A necessidade de vacinas contra Covid-19 é enorme. Temos o prazer de fornecer suporte significativo à CureVac, fornecedora líder de tecnologia de mRNA, no desenvolvimento e fornecimento de sua vacina candidata Covid-19 ”, disse Stefan Oelrich, membro do Conselho de Administração da Bayer AG e chefe da Divisão Farmacêutica. “Estamos disponibilizando nossas habilidades e redes para ajudar a acabar com esta pandemia.”

“Estamos muito entusiasmados por trabalhar com a Bayer. Com sua experiência e infraestrutura, a Bayer pode nos ajudar a disponibilizar nossa vacina candidata CVnCoV para o maior número possível de pessoas ”, disse Franz-Werner Haas, CEO da CureVac. “Com base nos dados positivos que vimos até agora com CVnCoV, agora temos outro parceiro forte ao nosso lado para levar a vacina para aqueles que precisam dela depois de receber a aprovação regulatória necessária.”

Previous ArticleNext Article