Coronavírus
Compartilhar

Covid-19: número de mortes no Paraná cai 94% desde março, aponta levantamento da Sesa

O número de mortes pela covid-19 no Paraná caiu 94% desde março deste ano, de acordo com levantamento divulgação pela Se..

Redação - 02 de dezembro de 2021, 16:03

Leitos hospitalares   - Foto: Rodrigo Félix Leal/Arquivo AEN
Leitos hospitalares - Foto: Rodrigo Félix Leal/Arquivo AEN

O número de mortes pela covid-19 no Paraná caiu 94% desde março deste ano, de acordo com levantamento divulgação pela Sesa (Secretaria de Estado da Saúde) nesta quinta (2).

Os dados da pasta indicam que 344 óbitos ocorreram em novembro em decorrência da doença, número 94,6% menor do que os registros de março de 2021, quando 6.453 paranaenses faleceram após contraírem o vírus.

Este é o quinto mês seguido que o Paraná registra queda nas mortes, conforme a Sesa: foram 2.602 em julho, 1.564 em agosto, 1.326 em setembro, 783 em outubro e 344 em novembro. A última vez que o estado havia registrado menos de 400 óbitos em 30 dias tinha sido em maio de 2020, com 119 mortes.

A redução também foi observada no número de casos confirmados. Em novembro, 12.154 exames detectaram a presença do vírus Sars-CoV-2 no estado, 93,7% abaixo dos dados de maio, os piores até então, com 195.165 testes positivados. É o terceiro mês consecutivo em número de casos de covid-19 – foram 60.320 em setembro, 28.515 em outubro e 12.154 em novembro – e o menor número também desde maio do ano passado (5.117).

“Não há dúvidas de que essas reduções estão diretamente ligadas com a vacinação. O Paraná tem feito seu papel neste enfrentamento levando a vacina até o braço das pessoas e contamos com a colaboração da população para que continuem se vacinando e mantendo os cuidados”, disse o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

Quase metade das cidades paranaenses não registram óbitos há dois meses

O levantamento da Sesa aponta ainda que 287 municípios não registraram óbitos pela doença em novembro. O número representa quase 73% dentre as 399 cidades do estado. Destes, 199, ou quase 50%,  estão há pelo menos 60 dias sem registro de mortes.

Com o avanço da vacinação e a diminuição no número de casos da covid-19, a média de ocupação dos leitos exclusivos para atendimento à doença também tem baixado. Somente nos leitos de UTI, a média diária de novembro foi a menor em 19 meses no Paraná.

Segundo a Regulação Estadual de Leitos, nesta quinta-feira (2), 777 pacientes estão internados em leitos de UTI exclusivos e 798 em leitos de enfermaria. A taxa de ocupação é de 31% e 25% respectivamente.

Pensando na retomada de procedimentos cirúrgicos eletivos e continuidade no atendimento de urgência e emergência, o Governo do Estado, em conjunto com gestores municipais e hospitalares, optou por desabilitar parte dos leitos exclusivos para que estas unidades voltem para a Rede. Desde o início da desativação programada em 8 de julho deste ano, 1.230 leitos de UTI e 2.116 de enfermaria foram desabilitados do atendimento exclusivo para a doença.